Masculinidades: conteúdos sobre afeto entre homens e meninos

Masculinidades: conteúdos sobre afeto entre homens e meninos

Se os meninos de hoje são os homens de amanhã, é urgente um olhar mais atento e cuidadoso sobre como as novas gerações estão sendo educadas em questões socioemocionais. Reproduzir modelos de masculinidade e insistir em fórmulas vazias que estipulam limites para as emoções e os sujeitam à ridicularização frente seus pares – como “meninos não choram” e outras frases que carregam o machismo – continuará nos retornando o mesmo resultado, um resultado que não satisfaz mais as relações que queremos construir.

Ousar fazer diferente para obter respostas melhores é o convite que fazemos a homens e mulheres, mães e pais, adultos responsáveis. Para criar uma sociedade mais justa e igualitária, é preciso abrir espaço também para as sensibilidades que nos habitam e incentivar uma cultura que normalize o afeto entre meninos e homens. Sentir e demonstrar emoções está (sempre) permitido, meninos!

Tenha Lunetas no seu e-mail