Carregando...

Projeto incentiva masculinidade saudável nas escolas

A ideia do Projeto Okara é abandonar os padrões da masculinidade vigente e ajudar meninos a fazer uma transição mais autêntica da juventude para a fase adulta
masculinidade saudável iStock
  • Publicado em: 10.07.2019
da Redação

Não há dúvidas de que os estereótipos da masculinidade vigente são uma verdadeira armadilha para homens e mulheres. Mas também é verdade que muitos adultos estão cansados de reproduzir ideias machistas e não querem que as novas gerações repitam suas histórias. Diante disso, será que é possível construir uma masculinidade saudável? Esse é o desafio lançado pelo Projeto Okara.

“Queremos expandir os horizontes do que é ‘ser homem’ na nossa sociedade.”

“O propósito é aumentar a conexão entre jovens meninos para que eles possam expressar a sua essência de forma autêntica”, afirma Leonardo Oshiro, educador físico e um dos idealizadores do projeto.

Por meio de encontros dinâmicos e divertidos, o projeto busca estimular uma espécie de “rito de passagem”, processo em que os jovens vão abandonando padrões tóxicos de masculinidade e passam a investigar quais qualidades são desejáveis para um modelo mais inspirador. Em grupo, os meninos compartilham histórias e exploram temas do contexto familiar e escolar em exercícios que despertam a consciência e o equilíbrio emocional.

Sobre o projeto

O projeto Okara é uma organização em prol da saúde mental, física e emocional de meninos. A organização trabalha em parceria com escolas para entregar programas de curto e longo prazo que despertem o potencial interior de cada jovem, utilizando pesquisas baseadas em evidências para apoiar atividades e sensibilizações.

Os principais objetivos são: 

Fortalecer a construção de uma masculinidade saudável;
Estreitar laços entre pais e filhos;
Conscientizar jovens meninos sobre o impacto de suas ações no mundo;
Promover reflexões sobre as escolhas e tomadas de decisão;
Nutrir relacionamentos de confiança entre os meninos;
Encorajar atitudes positivas para inspirar seu entorno;
Criar uma comunidade de meninos que se apoiam e confiam uns nos outros. (Fonte: Projeto Okara)

A elaboração do projeto iniciou em 2017 com o educador físico Leonardo Oshiro e Marcelo Peterlini, sendo aplicado pela primeira vez em Osasco, em quatro encontros com alunos entre 13 e 15 anos. “O resultado foi muito além do esperado e tivemos feedbacks muito bons após essa primeira experiência”, garante o educador. O programa foi reaplicado na mesma escola em 2018.

Autoconhecimento

Como explica Leonardo Oshiro, o projeto é uma verdadeira jornada de autoconhecimento. E é desse processo que palavras como “coragem”, “auto responsabilidade” e “respeito” ganham potência transformadora.

“Queremos alertar sobre os perigos dos padrões sociais que podem oprimir e enfraquecer a formação de identidade dos meninos”, atenta o projeto.

Mini dicionário da masculinidade saudável

  • Autenticidade – poder expressar ao mundo quem você é sem medo de ser julgado.
  • Coragem – para defender e viver o que acredita.
  • Confiança – em si mesmo, nos seus amigos e mentores.
  • Compaixão – demonstrar gentileza e compreensão com aquele que sofre e estar presente para ajudá-lo;
  • Auto responsabilidade – ter a consciência de que você também tem responsabilidade por tudo aquilo que acontece à sua volta.
  • Respeito – a todas as formas de vida.
  • Integridade – agir de maneira ética e justa em todos os âmbitos da sua vida.
  • Comunidade – entender que precisamos de pessoas ao nosso redor que compartilham algo em comum e nos apoiam a ser quem somos.
  • Individualidade – ser obcecado por entender e deixar florescer a individualidade de cada um. (Fonte: Projeto Okara)

Mas o que é necessário para que os meninos façam uma transição saudável da juventude para a fase adulta e possam ir além? De acordo com Leonardo Oshiro, questionar o que a sociedade diz sobre o que é “ser homem de verdade” e construir junto com outros meninos e adultos caminhos mais autênticos de expressão da personalidade.

“Queremos apoiar os meninos a despertar o melhor que tem dentro de cada um deles.”

Leia também: 

Estereótipos de masculinidade: armadilha para homens e mulheres

 

Resumo

Masculinidade saudável começa desde cedo. Como abandonar as ideias tóxicas sobre o que é “ser homem de verdade” e buscar referências positivas para auxiliar a transição da juventude para a vida adulta? Conheça o Projeto Okara, que está buscando escolas parceiras.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp