Coronavírus Ano II. À espera de dias melhores

Publicado em: 30.04.2021

O segundo ano de pandemia em nosso país avança sem que a gente saiba quanto mais pode durar. Passados mais de 365 dias contando a história de um capítulo sombrio, ainda restam muitas incertezas enquanto retrocessos marcham a passos largos.

Com mais de 400 mil vítimas diretas, o Brasil se tornou o epicentro da crise sociossanitária que atingiu o mundo todo. Por aqui, a pandemia assume curvas e abismos que serão difíceis de esquecer.

Nesse tempo que ainda parece suspenso, tentamos dia a dia, cada um à sua maneira, reinventar formas de sobrevivência. Apesar do cansaço, apesar da falta de perspectivas, enquanto a vacina não chega para todos e todas.

Sem poupar sequer as crianças, a realidade imposta nos faz questionar quais são os sentimentos que as estão visitando e lhes fazendo companhia depois de tanto tempo vivendo com restrições, sem sair de casa. São elas que nos contam como estão se sentindo após um ano em pandemia no vídeo a seguir:

Agora, te convidamos a acompanhar as novas reflexões que atravessaram a equipe Lunetas nesse período, sempre com a intenção de promover discussões, compartilhar saberes, e acolher dúvidas e inquietações de famílias, cuidadores, educadores e toda a sociedade em relação às infâncias brasileiras em tempos tão desafiadores. Vem com a gente?

string(1) "0"
string(1) "0"