Carregando...

Tinta comestível para bebês: confira sete receitas

Farinha, gelatina, amido de milho e até gelo (!) podem se tornar matéria-prima para fazer natural em casa
Tinta natural para bebês iStock
  • Publicado em: 20.05.2016
  • Atualização: 15.06.2018

Hoje, o nosso parceiro Tempojunto traz uma deliciosa brincadeira, um saboroso convite a uma excursão à cozinha com as crianças e bebês para brincar com sete receitas de tinta comestível. Assim, a exploração e a brincadeira com as cores e tintas fica segura e muito mais divertida.

1. Tinta de gelatina

Neste caso, você compra gelatina comum de cores diferentes, coloca o pó de cada cor num pote e coloca um pouco de água fervente. Depois você mistura e vai sentindo a textura. Se quiser mais fina, é só colocar mais água. Se ficou fina demais, basta colocar pó. Na hora em que esfriar está pronto para ser usado!

Mas, fica a pergunta: gelatina não tem açúcar? É seguro usar corante de alimentos? A Pat Camargo, do TempoJunto, consultou a pediatra da sua filha, a Dra. Ana Escobar sobre o tema e a resposta foi a seguinte: no caso do açúcar da gelatina, a quantidade é pequena e o uso é muito esporádico para ser um problema. No caso do corante idem. Lembre-se, ninguém está fazendo uma refeição colorida, mas sim procurando formas de fazer atividades artísticas sem risco para a saúde.

2. Tinta de iogurte

Para fazer essa receita, basta pegar um pote de iogurte e adicionar algumas gotas de corante colorido para você ter uma tinta caseira.

3. Tinta de gelo

Esta é outra muito fácil. Você adiciona corante de alimentos à agua e coloca as cores na forma de gelo. Quando estiver congelado, é só desenformar e dar para as crianças brincarem que nem a Gabi fez neste post aqui.

4. Tinta de amido de milho 

A receita usa 1 xícara de amido de milho, 1/2 xícara de água fervendo, 1 xícara de água fria e corante de alimentos. Você começa misturando o amido de milho com a água fria para dissolver tudo. A consistência vai ficar estranha, mas é só continuar mexendo para dissolver tudo.  Depois, adicione água quente aos poucos, até ficar na consistência que você quer. Por fim adicione o corante. Cores como azul e roxo tendem a manchar mais. Daí é só se preparar para a bagunça.

5. Tinta de farinha

Há uma alternativa para a tinta de amido para fazer sem água fervente. A receita usa farinha de trigo, corante de alimentos e um pouco de água. Para fazer, bata tudo junto. Vai precisar de muito corante porque a base é de farinha branca. Mas, depois, o efeito é lindo. A quantidade de água vai depender da textura que você quiser ter no final. Quanto mais água, mais líquido. Se quiser, pode acrescentar uma colher de óleo vegetal a tinta pronta para ficar mais fácil de espalhar. Agora, se você não quiser colocar nenhum elemento industrializado na receita, pode recorrer ao purê de frutas ou vegetais.

6. Tinta de frutas

Outra receita super simples: faça um purê de frutas. Você pode usar banana (amarelo), morango (vermelho), kiwi (verde) e vai ter uma experiência sensorial super interessante. Se quiser deixar a cor mais forte, pode acrescentar gotas de corante de alimentos. Mas não é necessário.

7. Tinta de vegetais

O princípio com os vegetais é o mesmo. Você usar brócolis, beterraba e cenoura por exemplo.

 

Resumo

Uma deliciosa brincadeira, um saboroso convite a uma excursão à cozinha com as crianças e bebês para brincar com sete receitas de tinta natural para bebês. E o melhor: elas são comestíveis.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp