‘Floresta viva’: uma fábula sobre preservar as florestas

Sato do Brasil/Arte Lunetas
  • Publicado em: 04.03.2022
da Redação

E se o teatro de bonecos for capaz de nos ajudar a cuidar da natureza que nos cerca? Em “Floresta viva”, espetáculo da Cia BuZum!, com direção de Fábio Caniatto, uma abelha e uma formiga são as principais agentes de mudança na floresta onde vivem. O espetáculo acontece aos finais de semana no Parque Burle Marx, em São Paulo, de 5 a 27 de março, com entrada gratuita.

Floresta viva é uma floresta sem queimadas
Uma abelha e uma formiga viram amigas inseparáveis: seja realizando trabalhos importantes para o ecossistema ou lutando contra seus predadores (como pássaros e tamanduás), não tem quem possa acabar com essa união. Um dia, a abelha percebe que a floresta está em chamas, e inicia-se um grande plano para salvar os animais e as árvores que a habitam. Os incêndios, causados por um fazendeiro ganancioso e malvado, mostram como o egoísmo e individualismo são capazes de acabar com espécies inteiras de insetos e animais de um ecossistema.

O parque onde acontece o espetáculo leva o nome doartista plástico Burle Marx, responsável por organizar inúmeras expedições e excursões pelos biomas brasileiros, além de mais de 30 plantas levarem seu nome.

Confira a programação!

Floresta viva – a importância da preservação das florestas

Datas: 5, 6, 12, 13, 19, 20, 26 e 27 de março (sábados e domingos)
Local: Tenda externa do Parque Burle Marx
Endereço: Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Vila Andrade, São Paulo/SP
Horários: 10h40, 11h20, 12h, 14h, 14h40, 15h20 e 16h
Classificação: 4 a 11 anos
Capacidade: 50 pessoas por sessão
Duração: 20 minutos

Aviso

As informações acima são de responsabilidade do organizador do evento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Tenha Lunetas no seu e-mail