Carregando...

Virada Educação celebra o direito das crianças de ocupar as ruas

O projeto convida crianças e adultos para mobilizar ações poéticas e educativas a favor da escola pública e da construção de uma cidade mais acolhedora
Virada Educação 2019 Virada Educação
  • Publicado em: 16.10.2019
  • Atualização: 17.10.2019
da Redação

Crianças nas praças, nos parques, nas ruas, brincando nas calçadas e derrubando os muros imaginários que nos separam do território ao qual pertencemos. Esse é o cenário da Virada Educação 2019 que vem aí, entre os dias 16 e 19 de outubro (sábado). O evento que acontece anualmente desde 2014 na cidade de São Paulo celebra o direito das crianças de ocupar o espaço público e fazer parte integrante do território urbano, contribuindo para apontar quais são suas potências e fragilidades no acolhimento das pessoas e no rumo e uma cidade mais humana e aberta ao convívio. A Virada Educação é um projeto idealizado pelo Movimento Entusiasmo.

A partir de hoje, dia 16, diversas escolas se engajam no evento, realizando programações culturais e poéticas de ressignificação do contato com a cidade, o corpo e a educação. Nesta quarta, tem tem prática de atenção plena com educadoras na SP Escola de Teatro. Na quinta, tem mais um encontro sobre atenção plena, dessa vez com as crianças, na EMEI Gabriel Prestes, Motoca na praça e oficinas de arte na EMEI Armando Arruda, contação de histórias na EMEI Patrícia Galvão e no Parque Buenos Aires, e trilha ecológica também no Parque Buenos Aires.

Na parte da tarde, acontecem diversas outras atividades nas mesmas escolas, como a vivência Brincando com sons, o coral das crianças e uma oficina de culinária para os pequenos. As atividades da manhã acontecem sempre às 9h, e as do período da tarde começa começam às 15h30.

Virada Educação

A Virada Educação convida adultos e crianças para recriar sua relação com a cidade a partir de ações poéticas e artísticas a favor da educação pública e da ocupação do território.

No sábado, acontece o grande momento coletivo da Virada Educação, o cortejo. A concentração das escolas começa às 9h, em diversos locais que serão ponto de encontro; a partir das 9h30, haverá saída em cortejos até a Praça da República, no centro da capital paulista, onde serão recebidos pela EMEI Armando de Arruda Pereira. Entre 11h e 13h, o evento oferece brincadeiras, danças, música, intervenções artísticas e brincantes e ações poéticas na praça.

“Gostamos muito das pessoas, da cidade, dos espaços públicos e vemos a educação como meio essencial para a transformação da sociedade em um lugar melhor – mais justo, mais digno, mais empático, mais entusiasmante!”, diz a descrição do evento que mobiliza não só instituições de ensino mas também organizações culturais e outros atores do território. Ao longo do ano, são realizadas também ações que evidenciam um movimento deste grupo rumo a um território educativo.

A Virada Educação é um ato poético a favor da potência das escolas públicas e da ocupação das cidades pelas crianças e por todo mundo com vontade de se aproximar

Confira os locais de concentração:

  • EMEI Gabriel Prestes – Rua da Consolação, 1012;
  • EMEI Monteiro Lobato: Rua Bahia, 257;
  • EMEI Patrícia Galvão: Rua João Guimarães Rosa, 135.

Depois de São Paulo, a Virada Educação passará também por Salvador (BA), entre os dias 8 e 10 de novembro. Para saber mais sobre o evento, acesse o site oficial ou a página no Facebook.

Leia mais:

Urbanismo lúdico: ‘precisamos construir cidades para pessoas’

Resumo

A Virada Educação 2019 vem aí. O projeto provoca a pensar sobre novas formas de se apropriar da cidade, a partir de ações coletivas que envolvem crianças, famílias, comunidade escolar e instituições culturais interessadas em contribuir para um território mais acolhedor.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp