Carregando...

‘Troquinha’: o grupo de pais que quer comprar cada vez menos

O Troquinha é grupo virtual de compartilhamento de roupas, brinquedos, fraldas, mobiliário e outros artigos para bebês e crianças
trocar_comprar_consumismo_grupo Shutterstock
  • Publicado em: 22.02.2017
  • Atualização: 02.10.2019
por

Quando souberam que teriam o primeiro filho, o casal André Bem e Marilian Bem viveu o que André chama de “conto de fadas” de compras. Na empolgação para receber o bebê com o máximo de conforto possível, os dois montaram uma verdadeira coleção de roupas e artigos infantis. O problema é que tudo isso acabou sendo uma alegria passageira, como acontece com muitas famílias quando se dão conta de que os bebês crescem a uma velocidade impressionante.

O grupo já conta com mais de 15 mil inscritos. Até o momento, já foram postados mais de 1.500 produtos para troca e venda: 40% vestuário, 30% calçados, 15% brinquedos, 15% carrinhos, bebê conforto, artigos de higiene, itens escolares, enxoval e outros.

Foi então que, há seis meses, André teve um insight para evitar o acúmulo e o desperdício, e criou o Troquinha, grupo virtual de compartilhamento de roupas, brinquedos, fraldas, mobiliário e outros artigos para bebês e crianças. Com o objetivo de fomentar a troca, compra e venda de produtos, o grupo conta hoje com mais de 15 mil membros com interação diária.

Hoje, o grupo possui também um site oficial que segue o propósito de estimular o consumo consciente a partir da troca de itens que as crianças não utilizam mais.

Em entrevista ao Lunetas, André sintetiza a razão de existir do Troquinha em quatro diretrizes:

  • 1) Devem existir outros pais querendo um produto que eu tenho e vise e versa ? Sim, sempre existirá pessoas interessadas naquilo que não tem mais utilidade para você!
  • 2) Ao invés de comprar alguns novos produtos, porque não adquiri-los por meio de troca por outros itens que não utilizo mais?
  • 3) Sendo uma verdade que os produtos infantis ficam obsoletos em um curto espaço de tempo devido ao rápido desenvolvimento das crianças, grande maioria dos produtos está nova ou com pouco tempo de uso, resultando em produtos encalhados nas casas das pessoas.
  • 4) Por fim, podemos e devemos fomentar a reutilização desses produtos e essa reutilização pode acontecer através de troca, venda (valor abaixo da tabela) ou até doação.

“O Troquinha incentiva impulsionar a cultura da reutilização e o consumo consciente de produtos infantis, visto que produtos novos ou semi-usados podem atender outras crianças sem a compra exagerada e compulsória, sem o desperdício e sem altos custos”, explica o idealizador do projeto

O casal André e Marilian com o pequeno Arthur, que motivou o surgimento do grupo.

Assim como o Troquinha, existem outros grupos com objetivo semelhante, e André explica que o diferencial do grupo é a moderação ativa, e a garantia de aprovação de posts que estejas atrelados a produtos/serviços/informações/dicas exclusivamente infantis, não sendo permitido qualquer outro post fora do objetivo do projeto.

E o retorno tem sido positivo. “A possibilidade de adquirir produtos de qualidade por meio das trocas ou com baixo custo, contribui para a atual situação econômica dos brasileiros, visto que, ultimamente, não está sobrando dinheiro nos bolsos de ninguém, mas, em contrapartida, está sobrando o desejo de continuar realizando as necessidades de nossas crianças”, explica.

Resumo

O grupo já conta mais de 15 mil usuários interessados em reduzir o consumo, evitar o desperdício e o acúmulo de artigos infantis com pouco tempo de uso. Confira nossa entrevista com o criador do projeto.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp