‘Pirimbim’, um podcast de ficção feito para crianças

Para estimular a imaginação das crianças a partir de histórias, a audiossérie tem conteúdos validados por especialistas da área de pedagogia e inclusão social
Divulgação/Junglebee
  • Publicado em: 15.12.2020
da Redação

O podcast “Pirimbim” convida crianças de 6 a 10 anos a habitarem o mundo por meio da escuta e da imaginação. Ao recuperar a força das narrativas orais, a audiossérie é uma alternativa ao entretenimento em telas e os 12 episódios desta primeira temporada podem ser acessados em momentos de lazer ou receber o incentivo de cuidadores, famílias e professores para uma abordagem educativa.

As aventuras são bem curtinhas – 10 minutos cada – e apresentam histórias de um lugar cheio de coisas para aprender e motivos para se divertir. Junto de Zizi, Felipe e Aninha, será possível entrar em contato com a natureza de uma pequena chácara onde não tem wi-fi, os bichos falam e as flores cantam. É a partir desse encontro da família Campos e da família Valente que se darão as descobertas encantadas e divertidas do trio, em meio a músicas e histórias fascinantes.

Além disso, um livro mágico será responsável por lhes ensinar lendas a respeito do surgimento do universo, que variam de acordo com os povos e suas diferenças culturais; revelar curiosidades sobre os animais e informações sobre o sistema solar, como o fato de que o planeta Terra já foi uma estrela. Com consultoria de especialistas da área de pedagogia e inclusão social durante a produção, a série aborda temas como meio ambiente, integração social, história cultural, ciência e tecnologia, em uma linguagem acessível e livre de publicidade infantil. 

Diversidade e representatividade

Os personagens do podcast também representam diferentes formas de existir, pensar e conviver. Zizi, uma criança com síndrome de Down, mostra a potência das interações que abraçam a neurodiversidade; Leda, uma mãe, cientista e grande contadora de histórias que veio da Angola para o Brasil ainda jovem, traz diferentes perspectivas sobre cultura e ancestralidade para a turma; já Heitor, um agricultor criativo e autodidata, constrói – junto das crianças – soluções mais sustentáveis para a vida em comunidade.

Divulgação/Junglebee

Na ilustração do podcast “Pirimbim”, as famílias Campos e Valente posam para foto junto de flores e animais

Para Raquel Franzim, coordenadora de educação do Instituto Alana, “Pirimbim” é uma oportunidade para os adultos embarcarem “na força das narrativas orais com filhos, netos, sobrinhos. Um alimento para o vínculo afetivo no dia a dia das famílias. Sozinho ou acompanhado, Pirimbim é o refúgio seguro para experimentar a curiosidade, para se emocionar com as relações entre crianças e adultos e para se encantar com a vida humana e todas as suas invenções”.

Conheça de pertinho os bastidores de “Pirimbim”

Para dar vida a esse universo onde realidade e fantasia se misturam, o projeto teve cocriação do compositor e roteirista Fernando Salem (“Cocoricó” e “Castelo Rá-Tim-Bum”), do diretor de cinema e artista multimídia Tadeu Jungle e do empreendedor social, cineasta e CEO do Alana Marcos Nisti.

A partir de 15 de dezembro, a primeira temporada de “Pirimbim”, produzida pela Junglebee com patrocínio do Instituto Alana, poderá ser ouvida com exclusividade na plataforma gratuita Orelo, um novo aplicativo brasileiro de podcasts (disponível na Apple Store e Google Play), além do site oficial do projeto e também no YouTube, com recursos de acessibilidade – Libras e legendas descritivas em português. A escolha pelo Orelo garantiu uma distribuição livre de anúncios e publicidade, pois lá é o clique que vira renda ao produtor.

Resumo

O podcast de ficção ‘Pirimbim’ convida as crianças a habitarem o mundo por meio da escuta e da imaginação.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail