iStock/arte Lunetas
  • Publicado em: 24.11.2020

Aprender a ler e a escrever não é uma tarefa fácil nem tem regra fixa que sirva para todo aluno. Mas, o papel da professora é fundamental na vida de cada criança que ela acompanha: ela é a responsável por apresentar a riqueza dos textos em suas diversas dimensões, o funcionamento do sistema de escrita, bem como os usos e recursos da linguagem. 

Para orientar as decisões pedagógicas relativas ao ensino inicial da leitura e da escrita, o livro “Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever” traz informações de maneira acessível, mas sem simplificá-las, sobre a fundamentação e a justificativa de cada etapa do processo de alfabetização. 

A proposta é deixar de tratar a professora como mera executora de prescrições e, em respeito profissional, atribuir a ela o lugar que merece como produtora de sentido para suas decisões práticas, evitando manuais fechados ou listas de atividades. 

Assim, a partir de materiais abertos (embora possam ser estruturados), a professora acessa insumos concretos para compreender o campo da alfabetização e decidir o que aproveitar, de que maneira e em que momento, incorporando o conhecimento que tem de seus alunos e dos processos que ocorrem em cada sala de aula.

Essa abertura para dialogar com os materiais oficiais e não oficiais impacta positivamente também os alunos, que terão mais liberdade e autonomia na leitura e na escrita, em vez de experimentarem um acesso mecânico ao universo da alfabetização. 

Palavras às professoras que ensinam a ler e escrever “Um marco geral para compreender a infraestrutura do ensino e da aprendizagem da leitura e da escrita”. Com autoria de Ana Teberosky, coordenação de Beatriz Cardoso e Angélica Sepúlveda, o livro é uma parceria entre a Fundação Santillana, a editora Moderna e o Laboratório da Educação. Faça o download gratuito aqui.

“Palavras às professoras que ensinam a ler e escrever” aborda, em sete capítulos, o sistema de escrita, as crianças que aprendem e o processo de ensino e aprendizagem; a infraestrutura para o ensino e a aprendizagem; o sistema e as unidades de escrita; as tarefas encadeadas para planejar atividades de ensino e aprendizagem; critérios psicopedagógicos das tarefas encadeadas; relações entre os materiais e as atividades de LVA e visualização conjunta dos textos; e as relações entre os materiais e a participação ativa da criança na aprendizagem.

Sobre a autora

Comprometida com o potencial das crianças em construir suas próprias hipóteses e ideias sobre as práticas de linguagem, a autora Ana Teberosky possui uma longa trajetória dedicada a compreender o processo de construção de conhecimento, a aprendizagem da linguagem escrita em suas diferentes dimensões, bem como situações de ensino que permitem às crianças alcançar o desenvolvimento pleno nesse campo.

Leia mais

10 livros para crianças em fase de alfabetização

Resumo

Para orientar as decisões pedagógicas relativas ao ensino inicial da leitura e da escrita, o livro “Palavras às professoras que ensinam a ler e a escrever” traz informações sobre a fundamentação e a justificativa de cada etapa do processo de alfabetização.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail