‘Investigando a nossa natureza’ apresenta o Cerrado às crianças

O projeto estimula o contato de crianças de escolas públicas e privadas com a natureza por meio de visitas ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
iStock/Arte Lunetas
  • Publicado em: 11.03.2022
da Redação

Os ensinamentos da sala de aula não precisam ficar restritos apenas ao ambiente escolar: no projeto “Investigando a nossa natureza”, crianças residentes em Alto Paraíso de Goiás e São Jorge (GO) têm a oportunidade de conhecer a Chapada dos Veadeiros em atividades dedicadas à educação ambiental. Fora do parque, projetos de agricultura sintrópica e outras possibilidades de fortalecimento do território são realizados com respeito e cuidado, com destaques para trilhas em meio à vegetação e banhos nas águas do Cerrado. Os educadores prezam uma observação crítica da natureza, além de proporem reflexões sobre a relação do mundo interno com o universo ao nosso redor. 

Quando estabelecemos (ou reafirmamos) uma conexão com nosso mundo interno, estamos desenvolvendo nossa inteligência intrapessoal; quando nos conectamos com os seres da Terra e todos os seus elementos e ciclos, estamos desenvolvendo nossa inteligência ecológica.

Investigando a nossa natureza além das trilhas e mergulhos

O projeto conta com quatro frentes de atuação: educação ambiental (despertar amor pelo Cerrado e conscientização da conservação do bioma por meio da prática); vivências na natureza (intensificação do contato das crianças com o meio ambiente, fortalecendo os vínculos dos pequenos com o lugar onde vivem); valorização das águas (conscientização da importância do Cerrado para abastecer as três maiores bacias hidrográficas sul-americanas); e, por último, mas não menos importante, diversão (a interação entre estudantes e educadores se fortalece por meio de experiências lúdicas).

Apesar de amplamente conhecida por turistas do mundo todo, muitas crianças e jovens que nascem na região não têm acesso aos atrativos da Chapada dos Veadeiros. O distanciamento pode gerar uma sensação de não-pertencimento ao seu lugar de origem, além do desconhecimento das ameaças que o Cerrado sofre constantemente. Pertencer e compreender o todo é fazer com que as crianças sejam defensoras genuínas não apenas do Cerrado, mas de toda natureza ameaçada que as cerca.

*​ “Investigando a nossa natureza” é um projeto do Instituto Caminho do Meio Alto Paraíso, criado pelo biólogo e engenheiro agrônomo José Fernando dos Santos Rebello, em 2016.

Leia mais

Árvores importam, mas sozinhas elas não vão salvar o planeta

Resumo

Em “Investigando a nossa natureza”, o amor pelo cerrado é despertado em atividades de educação ambiental desenvolvidas com crianças de escolas públicas e privadas.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail