Empresas se destacam na atenção à primeira infância

Como as melhores empresas para trabalhar se diferenciam quando o assunto é apoiar os funcionários que têm filhos e suas famílias
iStock/arte Lunetas
  • Publicado em: 20.04.2021
por

Entre as melhores empresas para trabalhar estão aquelas que apoiam pais e mães no cuidado dos filhos. A constatação vem do prêmio “Melhores empresas para trabalhar 2020”, iniciativa do Great Place to Work Brasil em parceria com a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. A pesquisa inédita contou com a participação de 27 mil funcionários, de 97 empresas inscritas. O objetivo era entender como eles se sentem em relação à atenção à primeira infância no local em que trabalham.

As respostas dadas oferecem um comparativo entre a situação de funcionários das empresas participantes em relação àqueles que pertencem às cinco empresas premiadas da edição (Cisco, Johnson & Johnson, Vivo, Takeda e Santander). Os resultados mostram que o índice de satisfação do funcionário com a empresa aumenta quando há um ambiente de bem estar e de cuidado com a família. Veja abaixo:

Sua experiência de contar ao gestor que você seria mãe ou pai foi positiva?

A experiência de comunicar a gestação ou a espera de um filho ao superior foi positiva para 87% dos respondentes das empresas participantes contra 93% entre as empresas premiadas.

Você se sente apoiado no seu local de trabalho?

56% das empresas participantes responderam que a empresa apoia o desenvolvimento dos funcionários em casos de espera de um filho (gestação/adoção), compartilhando informações por meio de palestras, cursos ou cartilhas. O número entre as empresas premiadas ficou em 82%.

Sua empresa oferece custos extras em caso de viagem a trabalho?

Para funções que exigem viagens a trabalho, 29% das empresas participantes responderam que a organização oferece suporte extra a quem tem filhos ou dependentes contra 30% entre as empresas premiadas.

Quando empresas apoiam a primeira infância, todo mundo ganha

Há evidências científicas que mostram que a primeira infância bem vivida ajuda a quebrar ciclos de pobreza extrema, diminuir desigualdades e melhorar indicadores de educação, saúde, economia e segurança pública. 

Mariana Luz, CEO da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, aponta a importância não só de o poder público e organizações da sociedade civil atuarem a favor da infância plena, mas de empresas do setor privado oferecerem um ambiente favorável a famílias e crianças, estimulando que “os funcionários exerçam seu papel de adultos responsáveis, de pais, de mães, conciliando a profissão com a maternidade e a paternidade, essencial para a sociedade. Como diz o provérbio africano, ‘leva uma vila para cuidar de uma criança’”, comenta.

“O cuidado com os filhos é uma responsabilidade da família mas também da sociedade. Se criamos um ambiente de trabalho favorável, os resultados impactam não só as empresas mas todos nós”

Family-friendly: como as empresas podem apoiar mães e pais

Mariana Luz defende o conceito de empresas family-friendly (amigável para a família), ainda pouco explorado no Brasil, para estimular a criação de uma cultura organizacional que cuide do funcionário e olhe a sua família como parte quase estendida da empresa.

Ela destaca que esse papel é ainda mais importante na primeira infância, quando a criança precisa de estímulo, cuidado, saúde e educação de qualidade para alcançar o pleno desenvolvimento.  “Essa fase da vida é única e ela passa, ou seja, não estamos dizendo que a necessidade de amplos cuidados precisa ser para sempre, mas na primeira infância esse vínculo é fundamental”, explica.

Entre as prática mais usuais das empresas que apoiam a parentalidade no Brasil, incluindo aquelas premiadas, estão: 

Entre as menos tradicionais estão práticas como apoio aos enxovais, folga no dia de aniversário do filho e encurtamento do número e período de viagens a trabalho, incluindo a possibilidade de que a criança vá junto com o pai ou a mãe.

“Esses benefícios que atendem as famílias tornam o profissional ainda mais engajado e produtivo. Certamente ele vai pensar muitas vezes antes de deixar um ambiente favorável para ele e sua família”, acrescenta Mariana.

“Crianças bem cuidadas, saudáveis, felizes e bem desenvolvidas hoje refletem um futuro melhor para todos nós amanhã”, finaliza.

Resumo

Pesquisa mostra que entre as melhores empresas para trabalhar estão aquelas que apoiam a parentalidade: o índice de satisfação do funcionário com a empresa aumenta quando há um ambiente de bem estar e de cuidado com a família.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail

Últimos posts