Carregando...

‘Bibliotecas Amazônicas’ mostra relação de crianças com o livro

O documentário mostra o trabalho de incentivo à leitura em comunidades rurais da Amazônia, e reafirma o papel do livro como ferramenta de transformação social
Bibliotecas Amazônicas Divulgação/Associação Vaga Lume
  • Publicado em: 22.04.2019
da Redação

Com o intuito de reafirmar o papel da leitura como instrumento de transformação social e oferecer perspectivas para pensar o livro como arma de resistência, a Associação Vaga Lume realizou o minidocumentário “Bibliotecas amazônicas“.

O filme exibe a realidade das infâncias que vivem em comunidades rurais da Amazônia, e como se dá o acesso à literatura nesses locais distantes da vida urbana. No curta, o espectador tem contato com a narração das próprias crianças e jovens do território, que contam a partir da sua experiência pessoal como o livro e a leitura ressignificaram sua vida.

No dia 8 de maio (quarta-feira), das 19h às 21h, o Centro Cultural b_arco, na zona oeste de São Paulo, recebe o evento de lançamento do projeto. A entrada é gratuita, e vai contar com a presença das convidadas Letícia Guimarães Lyle, sócia fundadora Global Chief Education Officer da Camino Education, e Bia Gouveia, Mestre em Psicologia da Educação pela PUC São Paulo, diretora de Educação Infantil do Colégio Santa Cruz e coordenadora de projetos do Instituto Avisa Lá.

Para participar do evento, é necessário fazer inscrição prévia pela internet, pois as vagas são limitadas. Clique aqui para saber mais sobre o encontro.

Resumo

O documentário "Bibliotecas Amarelas", realizado pela Associação Vaga Lume, mostra o trabalho de incentivo à leitura em comunidades rurais da Amazônia, e reafirma o papel do livro como ferramenta de transformação social.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp