Um bate-papo sobre mães, filhos e educação na pandemia

iStock/Arte Lunetas
  • Publicado em: 12.05.2021
da Redação

A pandemia de coronavírus é responsável por retardar os avanços na igualdade de gênero no Brasil: estima-se que sejam necessários mais 36 anos para reduzir a disparidade entre homens e mulheres, segundo levantamento realizado pelo Fórum Econômico Mundial. O trabalho reprodutivo, mais exaustivo e dificultado no momento atual, é a realidade de diversas mulheres. Esse tema será debatido, na live “Expresso 227: Mães durante a pandemia: direitos, cuidado e educação”, no dia 14 de maio (sexta-feira), às 19h, no canal do YouTube do Instituto Alana.

Participam da conversa Mariana Rosa, educadora e consultora em educação inclusiva, militante pelos direitos das pessoas com deficiência, integrante do Coletivo Feminista Helen Keller e mãe da Alice (MG); Nana Lima, publicitária, mãe, cofundadora da Think Eva e diretora de impacto da Think Olga (SP); e Thaís Ferreira, mãe, uma das idealizadoras do Segura a Curva das Mães e vereadora do Rio de Janeiro (RJ). A mediação será feita por Raquel Franzim, coordenadora da área de educação do Instituto Alana (SP).

“Sabemos da sobrecarga e dos efeitos na saúde integral de quem cuida, mas pouco debatemos sobre o que fazer, as políticas de cuidado que precisam ser construídas e efetivadas, em casa, na comunidade e pelo Estado. Este é o intuito deste bate-papo que tem na voz das próprias mulheres, os desafios e as possibilidades de enfrentamento desta crise sem precedentes”, ressalta Raquel.

Aviso

As informações acima são de responsabilidade do organizador do evento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Tenha Lunetas no seu e-mail