Artistas contam histórias infantis em vídeo a crianças internadas

Projeto Viva Personas garante a todas as crianças o acesso à literatura, inclusive àquelas que estão hospitalizadas
iStock/arte Lunetas
  • Publicado em: 11.09.2020
da Redação

Crianças e jovens internados em hospitais de todo o país podem acessar virtualmente uma série de vídeos com histórias infantis gravadas voluntariamente por personalidades como Antônio Fagundes, Giovanna Antonelli, Cláudia Raia, Emicida, Zeca Baleiro, Sophia Abrahão, William Arjona, entre outros.

Impedido de atuar presencialmente devido à pandemia, o projeto Viva Personas abraçou a causa dos contadores de histórias da associação Viva e Deixe Viver e passou a ajudar a manter o vínculo com essas crianças e adolescentes já atendidos por eles. Com o formato virtual, puderam ainda multiplicar o alcance da ação e ampliar o acesso à literatura, oferecendo uma oportunidade também às crianças que estão isoladas em casa durante a quarentena.

São 1.357 fazedores e contadores de histórias voluntários que visitam regularmente 86 hospitais em todo o Brasil dedicados a contar histórias para crianças e adolescentes hospitalizados, visando transformar a internação hospitalar num momento mais agradável e terapêutico, além de contribuir para a humanização da saúde.

Os vídeos estão disponíveis por tempo indeterminado no site Bisbilhoteca Viva e contam com legendas em Libras. Toda semana, três novos vídeos são compartilhados. Veja alguns deles que selecionamos para você e conheça essas histórias infantis contadas por famosos voluntários:

Emicida lê “Amoras”

Cláudia Raia lê “A felicidade das borboletas”

Antônio Fagundes lê “O tigre que queria voar”

Zeca Baleiro lê “Tratamento de beleza”

Leia mais

Contação de histórias: 12 perfis para seguir na quarentena

Guia gratuito ensina adultos a contar histórias para crianças

 

Resumo

Artistas se voluntariam para contar histórias infantis a crianças internadas em hospitais de todo o país por meio de vídeos.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail