Amor de pai: o sentimento representado em 5 animações infantis

Recorremos ao cinema para falar do amor presente nas relações entre pais e filhos, cada filme à sua maneira
iStock/arte Lunetas
  • Publicado em: 07.08.2020
da Redação

Separamos cinco animações infantis já clássicas do cinema com jeitos bonitos de narrar com destaque a relação entre pais e filhos. Essas representações são um pequeno convite para a gente olhar para a multiplicidade de formas que o amor pode assumir. É com essa reflexão, de forma leve, porém inspiradora, que inauguramos as comemorações de Dia dos Pais este ano. Vem com a gente! Depois, que tal convidar o seu pai para uma sessão de cinema com direito à pipoca e tudo, mesmo que em poltronas bem distantes uma da outra?

Cruzar oceanos, se preciso for

Depois de um episódio triste que culminou na perda da esposa e de toda a ninhada de peixinhos-palhaços, Marlin se transforma em um pai superprotetor, responsável por criar o filho único sozinho. Nemo, o filho desobediente que não seguiu as orientações de seu pai sobre os perigos dos mares, após uma simples discussão, é capturado por mergulhadores e levado para um aquário. Em “Procurando Nemo”, acompanhamos a incansável jornada desse pai pelo oceano à procura de Nemo, movida por um amor capaz de enfrentar qualquer desafio para ter seu filho de volta.

“Eu prometi que eu nunca deixaria nada acontecer com ele”

Lições para a vida

Simba tem a oportunidade de crescer filho de Mufasa, o rei da selva africana. Embora a relação seja interrompida por uma morte abrupta, o pai deixou ensinamentos essenciais para que Simba se torne um grande Rei Leão, consciente de si e do espaço que ocupa no “ciclo da vida”. Assim é “O Rei Leão”, uma animação cheia de reflexões sobre a paternidade e como os valores passados aos filhos são capazes de nos acompanhar por toda a vida, como uma potente herança.

“Simba, ser valente não quer dizer se meter em apuros.”
“Mas você nunca tem medo de nada.”
“Eu tive hoje. Achei que ia perder você.”

Toda forma de amor

Além de ser informado que deverá assumir o trono do reino de Tão, tão distante com a morte de Harold, pai da princesa Fiona, o ogro mais famoso das animações também recebe a notícia de que será pai de três ogrinhos gêmeos no terceiro filme da franquia “Shrek”. Como o ogro morre de medo de reinar, a solução é tentar encontrar um primo distante de Fiona e transformá-lo em rei. Na despedida, ao saber da gravidez, Shrek fica totalmente abalado. Ser pai lhe traz memórias e traumas da sua infância. Apesar de ogro, o que ele mais quer é ser um bom pai.

Onde o amor se esconde

Do passado de vilão ao encontro com as crianças que transformarão a sua vida, Gru, do filme “Meu Malvado Favorito”, tem uma trajetória encantadora. Ele tornou-se pai sem querer. Na verdade, adotar as órfãs Agnes, Margô e Edith era parte de um plano maligno para tentar roubar a lua. Só um detalhe fugiu do previsto: ele não esperava que pudesse se afeiçoar a elas. Depois das meninas, nada mais será como antes. Afinal, existe um coração amoroso por trás dessa figura malvada.

“É como se meu coração fosse um dente com um buraco que só pode ser preenchido com crianças”

Juntos é mais fácil seguir

Em “Divertida Mente”, a pequena Riley está enfrentando uma mudança de cidade porque seu pai consegue um novo emprego. Durante essa adaptação, acompanhamos como as emoções que habitam a sua cabeça se comportam e os resultados que isso provoca no humor da menina. Para ajudar nesse processo, ela vai contar com o apoio do pai. O Sr. Anderson é paciente, companheiro e brincalhão, mas também sabe impor os limites, quando preciso.

Conhece mais personagens pais em animações infantis? Conta pra gente!

Leia mais

Por uma nova paternidade: conheça 10 perfis de pais no Instagram

10 livros para celebrar a paternidade amorosa e presente

Resumo

Os pais dominam as telas nas animações “Procurando Nemo”, “O Rei Leão”, “Shrek Terceiro”, “Meu Malvado Favorito” e “Divertida Mente” para nos contar sobre diversas formas de amor. Seu pai está mais para Marlin, Mufasa, Shrek, Gru ou Sr. Anderson?
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail