Vídeo explica a diferença entre carinho e abuso sexual infantil

Dados mostram que a maior dos abusos sexuais é praticado por pessoas do círculo de convívio da criança. Por isso, ensinar a estabelecer limites é essencial
violencia-sexual
  • Publicado em: 30.10.2015
  • Atualização: 24.05.2018
da Redação

Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, dá continuidade à série de vídeos educativos sobre a autodefesa de crianças contra o abuso sexual.

A nova história visa chamar a atenção das crianças para os carinhos saudáveis e quais podem ser abusivos. “Até o momento, a Campanha “Defendase” centrou esforços em ilustrar situações que as crianças devem evitar para defenderem-se do abuso e da exploração sexual.

“Neste novo vídeo, decidimos inovar na linguagem amigável, criando uma história que mostrasse situações de afeto recíproco entre crianças e adultos, a fim de diferenciá-las de situações de ‘carinho’ abusivo”, conta Vinícius Gallon, coordenador da Campanha

Há também outros materiais disponíveis no site da campanha Defenda-se, que auxiliam no enfrentamento da violência sexual.

Resumo

O conteúdo faz parte de uma série de vídeos voltados a crianças de 5 a 12 anos, com orientações sobre como elas podem se prevenir da violência sexual.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail