Mãe não é tudo igual: as múltiplas mamães dos desenhos animados

Em diferentes histórias, essas nove mamães mostram que quando o assunto é o amor pelos filhos, todas são iguais
  • Publicado em: 05.05.2022
da Redação

Já pensou que vários tipos de mães estão sempre presentes nas animações? Seja dos filmes em que as crianças pedem para repetir várias vezes ou dos desenhos animados repletos de novos episódios, as mamães podem ser fortes, gentis, amorosas, irmãs, avós, entre outras coisas que mostram as diversas faces de um simples “ser mãe”. Rainhas severas, donas de casa que curam por meio da comida ou personagens coadjuvantes têm sempre sua devida importância nas relações e desenvolvimento dos protagonistas. Heroínas ou não, todo tipo de mãe compartilha da coragem para enfrentar os vilões pelos seus filhos.

As animações apresentam múltiplos retratos de múltiplas maternidades para adultos e crianças, não sendo difícil de se ver em algumas delas, ou, por que não em todas? E você, já se identificou com alguma mamãe das animações hoje? Confira a seleção de desenhos que o Lunetas fez e descubra o que há em comum entre você e os diversos tipos de mães dos desenhos.

  • Mulher elástica (Os Incríveis)

Reprodução

A que se desdobra em mil para manter a rotina

Helena Pêra, a matriarca dos Incríveis, vive uma dupla jornada para salvar a cidade e criar três filhos – um bebê, uma criança e uma adolescente – ao lado do papai Beto Incrível. Quantas mães se identificam?

  • Danuza (Irmão do Jorel)

Reprodução

A mãe exigente e cheia de simpatia

Energia não falta para dona Danuza, sempre disposta a se movimentar e a fazer o melhor para os filhos. Pode não ser a mais talentosa na cozinha, mas sua preocupação com os filhos fica acima de qualquer habilidade culinária.

  • Ming Lin (Red)

Reprodução

A mãe superprotetora

Mamãe Ming tem uma relação muito próxima, porém complexa com a filha Meilin, que está entrando na puberdade. Quando Mei se transforma em um panda vermelho, sua mãe se torna extremamente protetora e a trama revela traumas passados por gerações de mulheres da família – é importante proteger os filhos, mas sem esquecer que criamos eles para o mundo.

  • Julieta Madrigal (Encanto)

Reprodução

Cura tudo com um bom prato

Paciente e carinhosa, a mamãe da Mirabel é uma cozinheira de mão cheia. Caracterizada pela empatia e acolhimento que oferece a sua comunidade em momentos tristes, não há nada que não possa ser resolvido com uma boa comida feita por Julieta.

  • Nani (Lilo e Stitch)

    Reprodução

    Mãe é quem nunca abandona ou esquece

‘Ohana’ quer dizer família. Família quer dizer nunca abandonar ou esquecer”, diz uma das frases mais famosas da animação Lilo & Stitch. Jovem, destemida e dedicada a sua família, Nani, irmã mais velha de Lilo, assumiu todas as responsabilidades de criar sua irmã, se tornando uma espécie de mãe tanto para a garotinha quanto para Stitch.

  • Rainha Elinor (Valente)

Reprodução

Rígida por fora, frágil por dentro

Elinor é uma rainha exigente e que segue diversas tradições, sempre rigorosa com a educação de sua filha, Mérida. Apesar de manter uma pose severa, é repleta de emoções e fragilidades. A animação apresenta várias questões voltadas a relacionamentos interpessoais, como respeito ao espaço do outro e aceitação, mostrando como resolver as coisas de cabeça quente pode impactar na tomada de decisões e nos vínculos com quem amamos. 

  • Linda Mitchell (Família Mitchell e a Revolta das Máquinas)

Reprodução

A mãe que vira uma fera para defender os filhos

Linda é uma mãe amorosa, gentil e perspicaz, mas que possui um lado inseguro quando vê a suposta “família perfeita” dos seus vizinhos. No entanto, há momentos em que ela vira uma fera para defender seus filhos de ameaças. Quem nunca?

  • Fiona (Shrek)

Reprodução

A mãe protagonista

Na franquia de filmes Shrek, Fiona é uma princesa que se transforma em uma ogra, fugindo dos estereótipos esperados dos contos de fadas. No terceiro filme da franquia, quando realiza um chá de fraldas para receber prendas para os filhos, ela ganha uma “babá” e se questiona: “E o que eu e o Shrek vamos fazer?”. Fiona recusa terceirizar o ato de maternar para outra pessoa e coloca o dedo na ferida de práticas feitas por famílias privilegiadas – mas sem esquecer de que é necessário uma aldeia para criar uma criança.

  • Vovó Tala (Moana)

Reprodução

Aquela avó que é uma segunda mãe

Quem nunca foi criado junto a uma avó? Vovó Tala incentiva a neta a acreditar no seu potencial, e mesmo após a sua partida, continua a olhar por Moana seja onde quer que ela esteja. 

  • Bônus: Kushina Uzumaki (Naruto)

Reprodução

A mãe que faria tudo por você

Kushina é um tipo de mãe que diverge um pouco das outras mamães das animações, visto que a personagem faleceu após o parto do filho. Mamãe de Naruto, é uma mulher de temperamento forte, destemida e excêntrica, que sacrifica a própria vida para salvar o filho diante de ataques sofridos na aldeia onde morava. Quando tem a chance de encontrar Naruto em outro plano, ela não hesita em somar esforços para proteger o filho novamente. 

Leia mais

Como você se sente depois que se tornou mãe? 4 mulheres respondem

Resumo

Mães são diferentes em diversos aspectos, mas quando o assunto é o amor pelos filhos, todas são iguais. Conheça as mamães das animações para descobrir que tipo de mãe você é, além de poder se identificar com as mães dos desenhos.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail