Carregando...

‘Meu filho me desafia’: confira dicas da psicóloga Isa Minatel

Quando a gente tem essa interpretação, estamos fazendo uma projeção do cérebro do adulto em uma criança de um ano
Isa Minatel
  • Publicado em: 11.12.2018
  • Atualização: 12.12.2018

“Eu falo para ele não jogar e ele joga, eu dou uma bronca e ele me olha com olhar desafiador, tenho certeza de que ele está me desafiando”. Já ouviu estas frases antes? Elas são comuns em famílias com crianças pequenas.

O pediatra Daniel Becker e a psicopedagoga Isa Minatel conversam sobre o tema neste episódio do Criar e Crescer.”A gente fica com a sensação de que existe ali um propósito de desafiar. Muitas vezes isso gera situações que vão acabar em gritaria ou violência”, observa o pediatra Daniel Becker.

Como a gente pode encarar?

Quando a gente tem essa interpretação, estamos fazendo uma projeção do cérebro do adulto em uma criança de um, dois anos. “A parte que pensa, analisa e, portanto, desafia, é o neocórtex,  ultima parte do cérebro a amadurecer”, atesta a psicopedagoga Isa Minatel. Então achar que um bebe manipula é impossível. “Ele não tem condições neurologias de desafiar e manipular”.

De acordo com o pediatra Daniel Becker, a tendência é que os adultos acabem entrando no piloto automático e se comportando com o cérebro infantil.

Isa orienta que os pais façam esta reflexão: “O que eu posso aprender sobre mim com essa relação? Por que eu estou me defendendo de uma criança de dois anos? Estou com medo de perder minha autoridade?

Assista ao vídeo

Leia também

Aquisição da fala: 5 dúvidas sobre as primeiras palavras do bebê

 

Resumo

O pediatra Daniel Becker e a psicopedagoga Isa Minatel conversam sobre os momentos de birra das crianças.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp