‘Infâncias plurais’ incentiva a produção cultural infantojuvenil

Produtores culturais, artistas e educadores podem participar de jornada que acompanhará a criação de uma peça audiovisual voltada para o público de 7 a 14 anos
iStock/arte Lunetas
  • Publicado em: 01.10.2020
da Redação

Ao reconhecer e fomentar a produção cultural infantojuvenil, o projeto Infâncias Plurais, uma parceria entre Itaú Cultural e Instituto Alana, pretende contribuir com o direito ao desenvolvimento integral da criança e do adolescente. Além disso, visa democratizar o acesso a conteúdos culturais e proporcionar a troca de saberes sobre culturas da infância entre brasileiros que atuam prioritariamente na área cultural, educacional ou artística, pois acredita na valorização da multiplicidade de fazeres, linguagens e territórios. 

Para tanto, oferece a artistas, educadores e produtores culturais um ciclo de encontros formativos, palestras com profissionais do setor, conversas com convidados, debates entre os participantes e um laboratório para criação de projetos artísticos e culturais sobre infância e adolescência para orientar a produção de peças audiovisuais voltadas para a faixa etária de 7 a 14 anos. Também disponibiliza material de apoio, com textos e vídeos. A jornada on-line e gratuita acontece às segundas, quartas e sextas-feiras, às 17h, entre os dias 16 de outubro e 20 de novembro, com carga horária de até 50 horas.

Durante a jornada, os inscritos deverão criar e executar, individualmente ou em grupos, um produto cultural audiovisual que possa ser disponibilizado via aplicativo de mensagens ou redes sociais, com até 120 segundos. O conteúdo pode focar em: artes integradas, artes digitais, artes cênicas (teatro, dança, circo e artes do corpo), artes visuais, audiovisual, brinquedos e brincadeiras, contação de histórias, leitura e mediação, literatura, música, manifestações populares.

O projeto Infâncias Plurais está com inscrições abertas até 6 de outubro. Até 40 novas produções culturais para crianças e adolescentes de todo o país poderão receber incentivos de três (se realizados individualmente) e cinco mil reais (se realizados em grupo) para que possam ser executados. A lista de selecionados para as 400 vagas disponíveis será divulgada em 14 outubro.

Reveja como foi a live de lançamento da jornada

Marcada por uma apresentação do pesquisador em filosofia Renato Noguera sobre o tempo da infância e o lugar da criança nestes tempos pandêmicos, teve mediação de Tatiana Prado, gerente de Memória e Pesquisa do IC, e Raquel Franzim, coordenadora de educação do Instituto Alana.

Resumo

Projeto quer incentivar a produção cultural infantojuvenil e, para isso, oferece uma jornada on-line de troca de saberes e um laboratório de criação de peças audiovisuais voltadas para crianças e adolescentes. Saiba como participar!
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail