Zero lixo: mãe e filha organizam festa de aniversário sustentável

"Não produzir lixo pode sim ser uma escolha, não necessariamente fácil, mas, completamente possível", conta a mãe, Lívia Humaire
Menina sopra velinha de bolo de aniversário iStock
  • Publicado em: 11.05.2017
da Redação

“Mãe, meu aniversário não pode ter lixo, heim!”: o lembrete veio da Iuna, sobre a comemoração de seu aniversário de 9 anos. Há alguns meses, ela e sua mãe, Lívia Humaire, decidiram embarcar em uma empreitada bastante desafiadora: levar uma vida om práticas mais sustentáveis e com menos lixo gerado no dia a dia. A festa de aniversário, claro, não poderia fugir à essa regra.

“Fazia três anos que não fazíamos festa de aniversário, e prometemos fazer uma bem marcante. Mas desde dezembro do ano passado estamos vivendo uma jornada rumo ao lixo zero. Uma festa convencional leva o mesmo tempo de organização, mas, os resíduos gerados são plásticos e descartáveis que cobram 500 anos no mínimo do nosso planeta. E nós não queríamos bancar a história dessa forma”, contou Lívia no Jornada ZeroWaste, blog que criou no Medium para registrar a empreitada com a filha.

No blog ela registrou detalhadamente tudo o que rolou na festa, e também o lixo produzido para cada etapa. Ao que parece, deu trabalho, cerca de dois meses planejando todos os detalhes do grande dia, mas, de acordo com ela, foi também uma ótima oportunidade para repensar hábitos de consumo junto com sua filha pequena.

Convite do aniversário com o tema escolhido pela aniversariante: ginastica olímpica.

“A intensão era que minha filha entendesse na prática a importância de se comemorar seu dia, mas, não impactar, ou impactar o mínimo possível na geração de lixo. De fato ela foi evolvida em todo o processo e com toda certeza aprendemos muito juntas. Estar uma criança de nove anos envolvida em processos de consciência ambiental, acredito ser importante, e para além, satisfatório”, contou Lívia.

O compromisso com a sustentabilidade não ficou restrito ao lixo produzido na festa: todas as fornecedoras contratadas para a festa eram mães e mulheres empreendedoras.

A seguir, confira o que rolou nessa comemoração e quanto lixo foi produzido e inspire-se para criar comemorações tão lindas como as da Iuna, e também tão sustentáveis:

O bolo

O grande desafio relatado pela Lívia foi encontrar um fornecedor de bolo que fizesse um bolo de dois andares verdadeiros. É muito comum os bolos serem feitos com um dos andares de isopor.

Bolo na temática escolhida pela aniversariante, que pratica ginástica olímpica.

Lixo produzido

  • 4 canudos de plástico que estavam no meio do bolo para a sustentação.
  • 1 prato de papelão entre os dois andares do bolo
  • 16 forminhas de papel dos cups
  • 2 fitas de cetim

Lixo reutilizado

  • 1 tábua redonda de madeira (que agora meu filtro fica em cima. Ele estava mofando!)
  • 1 ginásta dourada (que agora está no guarda-roupas da iuna.. rs!)

Cups e Cakepops 

Os cups de cenoura com cobertura de brigadeiro foram feitos em forminhas de silicone, e os mini cups em forminhas de empada, assim, após a festa, a Lívia devolveu todas as formas para a fornecedora. Os cakepops vão espetados no palito de madeira e eram de baunilha com cobertura de chocolate. Busquei diretamente na casa dela com nossos tapewares próprios.

Lixo produzido

  • 10 palitos de madeira compostáveis.
  • 10 palitos de madeira com ginastas douradas em cima
  • 20 palitos de madeira compostáveis

Outros docinhos

As forminhas dos docinhos não são recicláveis, por isso o pedido da festa foi para que os mesmos viessem sem as forminhas. Apesar disso, a doceira entregou com as forminhas, com medo de danificar os doces, que poderiam grudar uns nos outros. “No fim, foi a parte da mesa de doces que mais gerou lixo, pois, as forminhas não são recicláveis”, contou Lívia.

As forminhas foram o maior volume de lixo da festa.

Lixo gerado

  • 200 forminhas de papel
  • 3 caixas de papelão de 35cmX15cm

Comidinhas

Como servir 50 pessoas sem gerar lixo? A solução encontrada foi servir uma massa com diversas opções de ingredientes para o molho. A pessoa contratada para servir a massa trouxe pratos, talheres e copos. Os ingredientes foram comprados na feira um dia antes, super fresquinhos e preparados horas antes de servir.

Ingredientes fresquinhos para uma refeição saudável

Lixo gerado

  • 1 balde de lixo orgânico compostável
  • 63 saquinhos plásticos onde vinham embaladas as massas

Bebidas

Os sucos naturais de laranja e melancia com gengibre  refrescaram crianças e adultos na festa. Além disso, foi servida água saborizada de Morango com Hortelã. A boa notícia é que a escolha só gerou lixo orgânico.

Sucos naturais para refrescar a criançada

Lixo gerado

  • cascas de Laranja (muita!!) -compostável
  • casca de uma Melancia gigante -compostável

Lembrancinhas

A solução encontrada por Lívia para a lembrancinha foi uma daquelas “2 em 1”. A partir de uma inspiração encontrada no Pintrest, prepararam 30 potinhos com tampas, que durante a festa serviram para as crianças usarem como seus copos, e, ao irem embora, tornou-se um simpático recipiente para colocar e levar alguns docinhos para casa.

Para não perder, cada criança escrevia seu nome no potinho <3

Lixo gerado

  • 32 canudos de papel (as crianças levaram embora, mas com certeza é lixo gerado).
  • 2 Embalagens das etiquetas de lousa que foram compradas.

Decoração 

A decoração foi feita por uma empresa terceirizada. Todos os detalhes foram feitos de madeira e vidro, além de utilizarem medalhas de competições da Iuna, colans de ginastica e muita criatividade. O melhor de tudo é que a mesa de doces não gerou um lixo sequer, nenhum resíduo.

Decoração da festa

Lixo gerado

  • 1 placa de cola para espelho
  • 4 ginastas de papel para o balcão das bebidas (que terminaram no quarto da aniversariante)

E os presentes?

Apesar de Lívia não ter se sentido à vontade para abordar todos os pais dos amiguinhos e explicar que a festa foi pensada para não gerar lixo, para os pais com quem ela tinha intimidade, ou quem eventualmente perguntou algo, ela informou que os presentes não eram necessários, e que se fizessem questão eles poderiam vir sem embalagens.

“Em breves conversas eu já havia percebido o efeito: presentes sem embrulho, e muitos deles não eram de plástico. Ela ganhou bastante livros também, que considero ótimo, porque podem ser doados e muito utilizados e reutilizados”, contou a mãe.

Lixo total da festa

Embora o volume de lixo gerado tenha sido maior do que o esperado, mãe e filha ficaram muito felizes com a empreitada.

Todo o lixo da festa: uma lixeira de resíduos orgânicos e um saco om as embalagens de presentes e os volumes detalhados anteriormente.

“Ficamos felizes com tudo e a Iuna realizou um sonho. Amou tudo, e tenho certeza que guardaremos esse momento sempre, sem que o planeta tenha que pagar a conta, e o melhor, sabendo que não produzir lixo pode sim ser uma escolha, não necessariamente fácil, mas, completamente possível”, conta.

Resumo

Organizar uma festa de aniversário sem lixo foi uma ótima oportunidade para repensar hábitos de consumo junto com a filha pequena.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail