6 ideias para criar um cantinho da natureza em casa

O contato com a natureza não precisa acontecer só lá fora. Há formas simples e divertidas de ter espaços cheios de vida dentro de casa
iStock/Arte Lunetas

Ao acompanhar a semente que cresce devagar até se transformar em uma planta podemos, junto com as crianças, refletir sobre os ciclos da natureza e a importância de cuidar desta grande casa onde vivemos e coexistimos com outras espécies. Esse processo de formação de uma consciência ambiental pode começar de maneira bem simples, dentro da nossa própria casa. 

Da hortinha caseira a um pequeno terrário, são muitas as possibilidades de trazer mais verde para perto da gente. Cultivar plantas ou realizar outras atividades ligadas à natureza são práticas incríveis que envolvem todos os sentidos e, muitas vezes, têm efeito relaxante e criativo para toda a família.

Sabemos que não basta apenas preservar a natureza que restou nas cidades, mas precisamos criar opções de espaços naturais e aprender a cultivar alimentos. Que tal ter seu cantinho verde dentro de casa? 

Confira estas sugestões para criar espaços de natureza em casa!

  • 1 Berçários cheios de vida

Muitas plantas são super fáceis de cultivar em casa. O exemplo mais difundido é o cultivo de feijão em um algodão molhado. Você precisa apenas de um pouco de algodão, um ou mais grãos de feijão e água. Molhe bem o algodão e coloque-o no fundo do copo. Acrescente alguns feijões nesse ninho de algodão molhado e deixe em um lugar iluminado. Atenção: é preciso manter o algodão sempre úmido, ele não pode secar. Em três dias já será possível ver uma raiz nascendo, e em 20 dias você poderá passar sua muda de feijão para um vaso ou jardim.

iStock

Mantendo o algodão sempre úmido, em 20 dias já é possível ter sua mudinha de feijão

  • 2 Vasinhos de plantas

Poucas atividades nutrem tanto a curiosidade e o interesse das crianças como a jardinagem. Quando uma criança cultiva plantas, aprende algo que não pode ler num livro ou ouvir de um adulto. Aprende, através de suas próprias mãos, que tudo está conectado, incluindo nós. 

O cultivo ensina sobre o funcionamento da natureza e sobre a responsabilidade de cuidar de algo

Ensina também que somos capazes de cultivar comida, tão importante para garantir nossa sobrevivência. Para começar a experiência de produzir alimentos saudáveis em casa,  experimente alguns vasos de temperos e o cultivo de sementes de abacate ou batata doce.

TiNis – Terra de crianças e adolescentes

TiNis é uma forma lúdica de estimular o cultivo de plantas em casa com as crianças. Por meio de um método simples e divertido, a iniciativa ensina tudo o que as crianças precisam saber e fazer para criar sua “TiNi”, ou seja, um pedacinho de terra só delas, usando as próprias mãos, a curiosidade, o senso de cuidado e muito amor. Descubra formas simples de ter um cantinho verde em casa no site oficial do projeto.

  • 3 Um terrário pra chamar de seu

Se você e seu filho ou filha estiverem prontos para explorar o mundo mágico dos musgos e das suculentas, criar um terrário é uma excelente forma para aprender e curtir essas espécies tão interessantes, com poucos cuidados e baixa manutenção. Você vai precisar de um recipiente de vidro transparente, uma camada de pedras pequenas e carvão vegetal, terra para vaso, plantas e musgos. 

Comece forrando o recipiente com pedras e carvão vegetal Esta camada vai ajudar a moldar o terrário e facilitar a drenagem e aeração. Em seguida, coloque a camada de terra. Depois, mergulhe os musgos em um pouco de água por alguns segundos, retire-os e coloque-os, ainda úmidos, sobre as terra. Plante as suculentas e mantenha o terrário em um local fresco e sem sol direto.

iStock

Foto de um conjunto de três terrários, dentro de vidros de formatos e tamanhos variados, sobre uma mesa

  • 4 Composteira para mostrar que tudo se transforma

É urgente que a gente aprenda a se relacionar de outra forma com os dejetos que produzimos. Desde reduzir o consumo, reaproveitar tudo o que for possível até encaminhar os resíduos de forma adequada e responsável. Manter uma composteira doméstica ou participar de uma composteira comunitária faz parte desse processo e ensina muito sobre como a natureza recicla todo material orgânico, no incrível processo de decomposição. Observe a ação das minhocas e demais microorganismos transformando aquilo que achávamos que era lixo em adubo. Podemos ainda usar o que é gerado desse processo (húmus e chorume) para nutrir novas plantas.

Como envolver a família toda na gestão de resíduos?

  • 5 Conheça os outros animais que dividem a casa com vocês

Há vida por todos os lados, desde pequenos insetos até aves que habitam a vizinhança. Não costuma ser fácil observar ou conviver com esses vizinhos, porque a maioria dos animais prefere viver escondidos como forma de proteção e também porque fomos educados a temê-los e eliminá-los. Mas vale a pena começar a notar e observar sua rotina, como vivem, que horário é mais fácil de ver cada espécie, do que se alimentam. 

Formigas, aranhas, lagartixas… tente pensar no que você já conhece sobre elas e veja que depois de algum tempo de observação atenta e curiosa você saberá muitas coisas novas. Não é preciso matar cada pequeno animal que divide o espaço com a gente!  

  • 6 Diário de Descobertas

Finalmente, não se esqueça de registrar seus achados, pensamentos e dúvidas. Entrar em contato com a natureza é uma oportunidade incrível para ter ideias, pensar em hipóteses, pesquisar e criar. Um diário pode ser uma ótima ferramenta para articular tudo isso em palavras, desenhos ou outras formas de expressão.

* Bebel Barros é engenheira florestal e mestre em Conservação de Ecossistemas pela ESALQ/USP, tendo sempre atuado com educação e conservação da natureza.  Depois do nascimento da Raquel e do Beni, passou a estudar a relação entre infância e natureza no mundo contemporâneo. Desde 2015, trabalha como pesquisadora do programa Criança e Natureza do Instituto Alana.

** As ideias e sugestões trazidas nesta matéria são uma forma de estimular que nós, adultos e crianças, possamos rever nossos hábitos de consumo e tenhamos uma atitude mais sustentável. Mas sabemos que ações individuais, sozinhas, não são a solução para enfrentar a emergência climática ou evitar desastres ambientais. A solução deve vir da união global entre estados, empresas e organizações comprometidas em garantir um meio ambiente saudável para as atuais e futuras gerações.

*** Este texto é de exclusiva responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Lunetas.

Criança e Natureza O programa Criança e Natureza é uma iniciativa do Instituto Alana para conectar todas as crianças com a natureza, para a saúde e o bem-estar da infância e do planeta.

Leia mais

Infância sem plástico: vamos brincar com elementos da natureza?

Resumo

De maneira simples, criativa e lúdica, é possível criar espaços verdes dentro de casa e ainda estimular a reflexão sobre a importância de cuidar da natureza com as crianças.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail

Últimos posts