8 canções de ninar brasileiras para dar colo (en)cantando

Acalanto, nana-nenê, dorme-nenê. A função das canções de ninar vai muito além de apaziguar. Elas são as primeiras referências de afeto e cuidado do bebê
iStock/Arte Lunetas
  • Publicado em: 17.08.2018
  • Atualização: 08.06.2021
da Redação

“Conhecer e observar de perto a palavra dita e cantada para as crianças é cuidar com carinho da infância.” Essa é a tese da psicóloga e pesquisadora Silvia de Ambrosis Pinheiro Machado, autora do livro “Canção de Ninar Brasileira: Aproximações” (Edusp, 2017). Vem daí – e de inumeráveis outros aspectos – a importância das canções de ninar para o desenvolvimento infantil, tanto na barriga quanto nos primeiros anos de vida. Cantar para uma criança é “cuidar dos pequenos que ainda não falam”, defende Silvia. Quando adentramos o universo das canções de ninar brasileiras, não faltam possibilidades para os pequenos.

“O ambiente cultural é tão fundamental e delimitador da experiência humana quanto o ambiente físico e emocional. É cuidar do surgimento das palavras, da sua afinação com a experiência vivida, de seu vigor e sentido. Cuidar do ouvir, do balbuciar, do murmurar, do falar, do cantar, do contar, do silenciar; enfim, a experiência inicial com a palavra é condição para o desenvolvimento pleno deste ser de linguagem que é o homem”, afirma a psicóloga em seu livro. A obra foi fruto de uma pesquisa realizada ao acompanhar famílias de recém-nascidos no período pré e pós-natal.

“Portanto, a canção de ninar tem origem no contexto do nascimento humano e da infância, e pode ser considerada como ponte que comunica a macro-história social, cultural e étnica de um povo à micro-história da infância na família”, avalia Silvia.

“Canção para adormecer menino”

Acalanto, nana-nenê, dorme-nenê, canção ou cantiga de berço, de “makuru”, de embalar, de acalentar: todas essas são designações brasileiras para as canções entoadas para conduzir as crianças pequenas ao sono. O universo das canções de ninar pode revigorar o ambiente cultural que cerca as famílias, os bebês, os agentes de saúde e educação e a sociedade como um todo.

Para aproveitar todo esse potencial do acalanto e inspirar famílias, cuidadores, professores e todos aqueles que convivem com crianças, convidamos Silvia para indicar oito canções de ninar brasileiras. Na lista, algumas já velhas conhecidas de nossa própria infância, e outras que são novidades sonoras bem-vindas para apresentar aos pequenos. E o melhor: todas elas aproveitam o que há de mais rico na sonoridade musical do país, como as modas de viola.

Chame as crianças, dê o play, e encante seus ouvidos com estas canções de ninar.

  • “O sono é um gigante” – Bia Bedran

“O sono é muito grande
Ele é implicante
Ele é um gigante
Que vem me enfeitiçar”

  • “Murucututu” – Bia Bedran (original por Eugênio Tadeu e Miguel Queiroz)

“De cima do telhado
Murucututu
De cima do telhado
Deixa este menino
Dormir sono sossegado”

  • “Acalanto” – Chico Buarque

“Dorme (mi)nha pequena
Não vale a pena despertar
Eu vou sair
Por aí afora
Atrás da aurora
Mais serena”

  • “Tudo tudo tudo” – Palavra Cantada (original por Caetano Veloso)

“Tudo comer
Tudo dormir
Tudo no fundo do mar”

  • “O Besouro” – Lydia Hortélio

“É o besouro
zum zum zum

  • “Acalanto de Planta” – Bia Bedran & Bloco da Palhoça

Dorme, dorme, planta
Dorme dorme plantier
Eu vou ficar olhando
A hora de você nascer

  • “Era uma vez” – Palavra Cantada

“Mas toda vez que ia ir, vinha voltando
Perdendo a vez, perdia só mais uma vez
Na outra vez, passou a vez, esperou tanto
Que dessa vez abandonou a vez de vez
De duas uma vezes uma vez portanto
A história já se fez e agora a vez é de vocês”

  • “Essa Menina” – Paulo Freire

“Essa menina não dorme na cama
Dorme na limeira debaixo da rama
Xô, xô, passarinho, não me coma esse arroz
Esse arroz é de Iaiá que me mandou apanhar”

  • “Acalanto” – Dorival e Nana Caymmi

“É tão tarde
A manhã já vem,
Todos dormem
A noite também”

Leia mais

‘Nana nenê’: o potencial de cura e afeto das canções de ninar

Resumo

Com curadoria da pesquisadora Silvia de Ambrosis Pinheiro, conheça 8 canções de ninar brasileiras para embalar um sono tranquilo para os pequenos
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail