Sertão para crianças Reprodução/Filme "ABC do Sertão"
  • Publicado em: 10.02.2020
  • Atualização: 11.02.2020

Em termos geográficos, o sertão é uma das subregiões do Nordeste brasileiro, caracterizado pelo clima semi-árido e paisagem quase desértica. Porém, há sertão brasileiro também em outros Estados, como o sertão de Minas Gerais, que engloba todo o curso do Rio São Francisco, além de outros pontos no centro e noroeste do Estado. A ampla categorização do que seria afinal o sertão parece dar pistas do seu misticismo, pois até a origem de sua palavra é controversa – alguns dizem que ela deriva do termo angolano “muceltão”, que significa “lugar interior” -, além de suas exatas localizações e definições. Como diria o escritor Guimarães Rosa, o sertão fica mesmo é dentro gente.

Para apresentar toda essa curiosidade tão típica da identidade cultural do Brasil, o nosso parceiro Toda Criança Pode Aprender reuniu produções audiovisuais infantis que retratam esta que é muito mais que uma região, é um símbolo do patrimônio brasileiro. São curtas animados que apresentam o sertão para as crianças, mas também os elementos que povoam o imaginário popular a respeito da sua existência, como a música, a literatura de cordel, a vida do povo sertanejo, a secura do solo, a vegetação repleta de mandacarus, a criação de gado, os cantos dos homens e mulheres da roça, os sotaques, as comidas e muito mais.

Além de garantir diversão para as crianças, os filmes podem ser uma ferramenta pedagógica potente para apresentar o valor histórico e cultural do sertão para as crianças – uma narrativa de trabalho, migração, luta e resiliência.

Confira as produções abaixo e inspire-se a começar essa discussão ou em casa ou na escola.

  • “ABC do Sertão”, de Cordão do Boitatá

Nesse curta, o sotaque sertanejo é apresentado para as crianças por meio de uma das músicas mais conhecidas do cancioneiro popular do sertão, “Rei do Baião”, de Luiz Gonzaga. A composição brinca com as letras do alfabeto para ilustrar as particularidades do jeito de ser e viver das pessoas sertanejas, enquanto o filme representa tudo isso em imagens divertidas e educativas.

  • “Calango Lengo – Morte e vida sem ver água”, de Fernando Miller

O filme conta a história de um pequeno calango perdido no sertão em busca de água. Desesperado, ele escapa da morte como em jogo de gato e rato. Nessa produção de 2008, Calango Lengo, nordestino, tem que cumprir seu destino, sem ter o que pôr no prato. Na seca não há outra sorte: viver fugindo da morte, como foge o rato do gato.

  • “A saga da asa branca”

Assim como Rei do Baião, “Asa Branca” também integra a coleção de músicas que poderiam contar sozinhas a história do povo sertanejo. Composta por Luiz Gonzaga em parceria com Humberto Teixeira, ela conta de forma poética as agruras de viver em tamanha secura. Considerada um hino nordestino, a música aqui é animada e narrada por Humberto Teixeira.

  • “Josué e o pé de macaxeira”

“João e o pé de feijão” é uma das fábulas infantis mais conhecidas, contadas e recontadas da literatura infantil. Aqui, a história ganha uma reinterpretação tipicamente brasileira, ambientada no sertão nodestino e protagonizada pelo homem sertanejo em suas diversas facetas. No lugar do feijão do conto original, aqui quem tem vez é a macaxeira, característica da região. O filme foi selecionado pelo Programa Petrobrás Cultural.

Resumo

O sertão brasileiro, sobretudo o nordestino, é muito mais que uma região geográfica, é um estilo de vida e um símbolo do patrimônio histórico e da identidade cultural do país. Nessas quatro animações infantis, diferentes representações do sertão para crianças.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp