Carregando...

Prêmio Territórios: as meninas também querem jogar bola!

Projeto premiado transforma crianças em repórteres para investigar: "a quem pertence a quadra da escola?"
meninas jogar bola Instituto Tomie Ohtake
  • Publicado em: 02.07.2019
da Redação

“A quadra da escola é de quem quiser!” A frase que dá nome a um dos dez projetos prestigiados pelo Prêmio Territórios, antes de ser exclamativa, era uma dúvida comum entre as meninas da escola: “Por que os meninos não deixam a gente jogar?”

A partir desse incômodo, a professora Sueli Gramacho, da Emei Afonso Sardinha, da Vila Pirituba, na zona norte de São Paulo, decidiu mexer com os ânimos da criançada para refletir sobre a experiência de uso coletivo do espaço escolar. No vídeo produzido, as meninas se transformam em repórteres e começam a investigar a opinião de outros colegas sobre o uso da quadra.

“Todos os aprendizados serão levados para o mundo, para a vida adulta e para outros contextos sociais com um olhar mais sensível e humanizado, que respeita, que escuta o outro”, afirma a professora.

Falar, se posicionar e refletir eram os principais objetivos do projeto, de acordo com Sueli.  E as alunas Yetundê e Lara, que participaram ativamente da experiência, provaram que, quando dada a oportunidade, as próprias crianças podem ser protagonistas da resolução de um problema identificado por elas.

Durante as entrevistas, enquanto algumas crianças – especialmente meninas – se sentiam prejudicadas por não ter espaço para usar a quadra, alguns meninos defendiam que jogar bola é “coisa de menino”, e as meninas deveriam “brincar de boneca”. Na hora dos jogos, o espaço delas seria como “líderes de torcida” ou “bandeirinhas”. Mas, será?

“Tudo o que foi desenvolvido com as crianças é reflexo da sociedade e do que ela pensa sobre a situação da mulher”, defende a professora Maria Farias

Mas as meninas da Emei Afonso Sardinha rejeitaram os estereótipos de gênero e seguiram em frente com o desafio de conquistar um espaço na quadra da escola, que, afinal, é de todos e todas, como o próprio nome do projeto sugere.

Segundo as professoras, as crianças surpreenderam com o potencial de formular perguntas e fazer questionamentos. Não é à toa que a escola foi vencedora da 3ª edição do Prêmio Territórios, uma parceria do Instituto Tomie Ohtake com a Secretaria Municipal de Educação. As inscrições de 2019 para a 4ª edição do Prêmio Territórios podem ser feitas até o dia 16 de agosto.

Leia também:

#Deixaameninajogar: quem encoraja as Martas do futuro?

 

 

Resumo

Meninas do Emei Afonso Sardinha, na zona norte de São Paulo, viram repórteres para questionar uso coletivo do espaço escolar. Conheça o projeto "A quadra da escola é de quem quiser!", vencedor da 3ª edição do Prêmio Territórios.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp