Perguntar educa: crianças perguntadeiras aprendem mais

A importância de manter uma escuta ativa no dia a dia com os pequenos
  • Publicado em: 30.01.2017
da Redação

“Mas por quê?”. Quem nunca ouviu essa frase de uma criança uma, duas, dez mil vezes? Quem convive com crianças já aprendeu essa lição sobre a interação com os pequenos. Crianças são perguntadeiras. A cada nova experiência, cenário ou situação, questionam os adultos ao seu redor sobre as coisas que despertam a sua curiosidade – o que é basicamente tudo. Um interesse onipresente que é absolutamente saudável.

Essa característica intrínseca do desenvolvimento infantil é reveladora de como os pequenos elaboram o mundo ao seu redor e as complexidades que ele apresenta a elas diariamente. Aprofundar este assunto é olhar para a infância em toda a sua plenitude, por isso o nosso parceiro Toda Criança Pode Aprender produziu um artigo que destrincha os principais benefícios de tantas perguntas para o crescimento das crianças.

O texto fala sobre a importância de manter uma escuta ativa no dia a dia com os pequenos. Além disso, ressalta que é preciso deixar de lado um receio comum para os adultos que são referência na vida da criança: admitir que não sabe e aprender junto.

“Ser honesto, conversar sobre os limites e até responder que não sabe é extremamente valioso e ensina meninos e meninas que ninguém tem respostas prontas para tudo, mas que podemos fazer desse espaço vazio uma ponte para o desejo de buscar novos conhecimentos”.

Ou seja, precisamos não perder de vista que fazer perguntas pressupõe não conhecermos todas as respostas e precisamos do outro para construir e compartilhar conhecimento.

Leia aqui o texto completo do Toda Criança Pode Aprender.

 

Resumo

A infância é feita de interrogações, fantasias, hipóteses. Para os especialistas, respeitar esse universo de porquês é valorizar a autonomia das crianças.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail