‘Caça ao saci’: aprenda a brincadeira mais famosa do Dia do Saci

Convidamos o projeto socioeducativo Espaço de Leitura para criar um roteiro de 'caça ao saci'. Confira as dicas do educador Rafael Ribeiro Lucio
Fernando Almeida
  • Publicado em: 27.10.2016
da Redação

Ele usa gorro vermelho, está sempre de cachimbo na boca, tem um sorriso irônico inconfundível e é perneta. Estamos falando do Saci Pererê. Diz a lenda que os sacis nascem nos nós dos bambuzais e, depois que morrem, viram orelha-de-pau. Quem não gosta de ouvir histórias dessa criatura fantástica da cultura popular brasileira?

A brincadeira de capturar esse personagem de uma perna só em uma garrafa de vidro é tradição no mês de outubro, e pode ser uma boa forma de estimular nos pequenos o interesse pelo folclore e os mitos brasileiros.

Para comemorar o Dia do Saci, celebrado todo dia 31 de outubro, o Lunetas convidou o projeto socioeducativo ‘Espaço de Leitura‘ para criar um roteiro de ‘caça ao saci’. Confira as dicas do educador Rafael Ribeiro Lucio e inspire-se para montar a sua própria ‘Expedição de Observação de Sacis’ em casa.

Espaço de Leitura

A brincadeira da “Expedição de Observação de Sacis” faz sucesso entre as crianças.

Quer encontrar um saci?

Antes de contar as formas de se capturar um saci, é importante lembrar que existem muitas espécies deles. O saciólogo Mouzar Benedito, consultor do Espaço de Leitura, relata que são mais de 300 espécies catalogadas.

Os mais comuns são o saci-pererê e o saci-trique. Os primeiros são mais encontrados nas cozinhas das casas e nas ruas, tendo se adaptado muito bem à vida urbana e todo mundo sabe como é: negro, de uma perna só, usa gorro vermelho e pita cachimbo. Chega a 70 cm de altura.

Você sabia que existem mais de 300 espécies de saci?

Você sabia que existem mais de 300 espécies de saci?

Já o saci-trique prefere habitar ambientes arborizados, praças, parques, florestas. Faz um barulho que lembra um graveto seco quebrando. Alguns acham que ele faz esse som com a boca.

Até o momento, não foi comprovada a captura de um saci-pererê dentro de casa, mas vamos dar um dica para conseguir desfazer suas traquinagens. Uma comida que ficou muito salgada, chaves e outros objetos que parecem se esconder e ruídos estranhos são algumas das coisas que os sacis gostam de fazer.

Se você precisar encontrar algo, dê três nós em um barbante. Isso vai impedir o saci de fazer xixi e, seguramente, ele vai devolver logo o que você está procurando.

Vamos ao roteiro de caça ao saci!

Materiais

  • 1 peneira;
  • 3 grãos de feijão ou um punhado de fubá;
  • 1 garrafa com rolha;
  • 50 cm de conduíte para atrair (opcional).

1º passo – Preparar os materiais

No centro da peneira e da rolha, marcar um ‘X’ para o saci não fugir.

2º passo – Identificar a presença dos sacis

Vá a um local com muitas árvores , de preferência locais onde tenham animais como cavalos, galos, passarinhos, até mesmo gatos. Os sacis gostam da companhia deles e também de pregar peças neles. Por isso, os animais ficam agitados quando eles estão por perto. Se um cavalo aparecer com o rabo trançado, é certeza de que há sacis na região. Os redemoinhos também são um indício da presença deles, que aproveitam para pegar carona nestas ventanias. Barulhos de estalos indicam que podem ser sacis trique.

passo – Atrair os sacis

Quem sabe assobiar bem consegue enganar os sacis imitando os sons dos pássaros da floresta. Relinchar exatamente como um cavalo ou cacarejar igualzinho a uma galinha é uma técnica eficiente. Mas precisa ser muito parecido ao som dos animais, porque se ele desconfiar vai acabar aprontando com você (isso se ele já não aprontou). Para quem não tem estas habilidades, um pedaço de conduíte girado em cima da cabeça imita o barulho de vento e atrai o saci.

passo – Momento de agir

Assim que identificar a presença dele, é preciso agir rápido. Joque os 3 grãos de feijão ou o punhado de fubá na direção de onde você acha que ele está, e imediatamente lance a peneira em cima dos ingredientes, segurando bem firme para ele não escapar. O X na peneira reforça a técnica de captura. Agora, respire fundo e se prepare para colocar o saci na garrafa. Levante a peneira com muito cuidado, uma pequena fresta que seja o suficiente apenas para colocar a boca da garrafa e ser o único ponto de saída do saci. Num piscar de olhos, tampe a garrafa. Pronto, você conseguiu pegar um saci!

 passo – Uma noite e nada a mais

Os sacis não resistem muito tempo presos – no máximo, uma noite. Por isso, aproveite para conversar bastante com eles, que são ótimos contadores de histórias, e solte-o no lugar onde o encontrou.

Para quem quiser participar de uma atividade coletiva com os sacis, participe da Expedição de Observação de Sacis do Espaço de Leitura. Vai ser neste domingo, 30 de outubro, a partir das 11h.

Resumo

Prepare a peneira, a garrafa, o alho, o fubá e vamos brincar de caça ao saci! A brincadeira é tradição do "Dia do Saci", e estimula o interesse das crianças pelo folclore brasileiro.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail