Carregando...

‘Um bom lugar pra ler um livro’? 17 espaços para fugir do óbvio

Livrarias de rua, bibliotecas temáticas, e até um espaço literário que funciona dentro de um ônibus: ampliando o repertório cultural das crianças
Lugares para ler com as crianças
  • Publicado em: 19.06.2018
  • Atualização: 20.06.2018
por

“Um dia frio…um bom lugar pra ler um livro”. O inverno chegou, e com ele a vontade de fazer passeios quentinhos, em lugares acolhedores. As livrarias são esse lugar. Se forem espaços pensados para as crianças, com ofertas de publicações daquelas que são verdadeiras preciosidades, do tipo que não se encontra em qualquer lugar, melhor ainda.

Aproveitando que a cidade de São Paulo ganhou recentemente muitos novos lugares justamente com essa proposta, o Lunetas montou uma lista desses espaços para ir passear com as crias.

Tem livrarias de rua, espaços independentes de promoção à leitura, bibliotecas temáticas, sebos charmosos e até uma livraria sobre rodas que funciona dentro de um ônibus. Todos eles com a proposta de apresentar uma curadoria criteriosa de publicações de qualidade literária, estética e artística. Para essa lista, consideramos não só espaços com foco em produções infantis, mas também aqueles que os adultos vão curtir e são atrativos para as crianças também.

Então, anota aí e inspire-se para fazer esse passeio pelos espaços literários mais legais de São Paulo.

Livraria Casa de Livros

Inaugurada em 1986, a Livraria Casa de Livros, na Chácara Santo Antonio, tem décadas de história, e funciona até hoje como um espaço de resistência na cidade. Especializada em literatura infantojuvenil, oferece títulos de qualidade graças a uma curadoria criteriosa, além de ser um lugar acolhedor não só para os pequenos leitores, mas também para quem se interesse por esse universo. “Construímos uma casa com tijolos de sonho, telhado de sorrisos, jardim de brincadeiras, portas de inspiração e muitos livros”, conta a descrição do espaço.

Rua Capitão Otávio Machado, 259, Chácara Santo Antônio, São Paulo

Casa de Livros

Programação cultural infantil no quintal da Livraria Casa de Livros.

Livraria Simples

Quem é de São Paulo ou veio para cá, provavelmente já ouviu essa frase muitas vezes. “Essa cidade tem de tudo”. E é verdade. E por que não teria uma livraria especializada em levar livros raros e esgotados até o leitor? A Livraria Simples nasceu com esse propósito, de simplificar o acesso aos livros considerados difíceis de encontrar. Mas não só. O acervo infantil da casa é que mais faz sucesso entre os clientes, e conta com algumas das melhores editoras do ramo, como Jujuba, Boitatá, Companhia das Letrinhas, Olho de Vidro, entre outras. “Nossa proposta é servir de ponte entre leitores e livros em duas frentes principais: ajudar as pessoas a encontrar os livros que precisam, e dar acesso ao conhecimento de maneira simples. Nosso atendimento é bastante humanizado, fazemos questão de travar relacionamento com as pessoas”, conta Beto, socioproprietário da Simples. O espaço está mudando de endereço, da Mooca para um amplo sobrado antigo na Bela Vista, então fica de olho no Instagram deles para saber as novidades. “O espaço infantil do novo endereço será ainda maior”, adianta Beto. A inauguração será no dia 14 de julho.

Rua Rocha, 259, Bela Vista / vendas@livrariasimples.com.br

Lugar de Ler

Falando em novos cantos, essa dica é para quem quer estudar e conhecer mais a fundo o universo das infâncias a partir da literatura. Acabou de ser inaugurado, na Vila Madalena, o Lugar de Ler, idealizado por um grupo de mulheres pesquisadoras da área – o trio Lenice Bueno da Silva, Dani Gutfreund e Janette Tavano. “Um espaço para pensar e falar sobre o livro e a experiência de leitura”, contam. O espaço oferece cursos, acompanhamento de projetos, serviços editoriais, formação de acervo e outras atividades. Que tal uma passadinha para conhecer?

Rua Pedro Ortiz, 94, Vila Madalena – São Paulo / lugardeler@gmail.com

Desculpe a Poeira, “a livraria das novidades velhas”

Para quem adora passear pela rua e encontrar espaços cativantes, essa dica não podia faltar.  Localizado em uma travessa da rua Mourato Coelho, em Pinheiros, o sebo-livraria Desculpe a Poeira oferece um amplo acervo muito bem cuidado de livros usados, passando por revistas de época até aqueles livros raros autografados pelo autor. A oferta de livros infantis e infantojuvenis, apesar de não ser tão grande, é também criteriosamente escolhida. É possível encontrar edições antigas de Monteiro Lobato e em ótimo estado de conservação sem nem precisar procurar muito. O espaço abriu as portas em 2014, e é mantido (e movido) pela paixão por livros do jornalista e livreiro Ricardo Lombardi,  ex-diretor da revista Bravo! A ideia do lugar é resgatar o clima de encontro com os livros e resistir como uma loja de rua em tempos dominados pela impessoalidade dos shoppings. Para ter um cheiro do que vai encontrar por lá, uma boca dica é passear pelo Instagram Desculpe a Poeira.

Rua Sebastião Velho, 28-A / lombardi@desculpeapoeira.com

Livraria NoveSete

Querida tantos pelo consumidor final dos livros infantis – os pequenos leitores! -, quanto pelos adultos que o leva pelas mãos até lá, a Livraria NoveSete fica em uma casa superacolhedora na Vila Mariana e resiste há mais de 20 anos como a maior livraria focada exclusivamente em literatura infantojuvenil de São Paulo. Quem entra, passeia os olhos pelos destaques escolhidos pela equipe e logo descobre novidades imperdíveis no amplo catálogo da livraria, que seleciona a dedo lançamentos e clássicos do gênero que não podem ficar longe da biblioteca. Nos fundos da casa, uma escada para um ambiente externo onde funciona um café e um espaço de eventos, onde acontecem contações de histórias, lançamentos de livros, encontros sobre literatura e apresentações culturais infantis diversas. Acompanhe a página da NoveSete no Facebook e fique por dentro.

Rua França Pinto, 97, Vila Mariana, São Paulo

Adriana Valentin

A Livraria NoveSete fica bem próximo ao metrô Ana Rosa e à estação Vila Mariana.

A Casa Tombada

Para quem busca conhecer a fundo o universo das infâncias a partir do livro, essa dica é imperdível. A Casa Tombada, em Perdizes, oferece cursos livres, encontros e diversas opções de pós-graduações. Entre elas, está o curso “O livro para a infância”, com duração de dois anos, que está com inscrições abertas até o dia 24 de junho. A ideia é fazer um mergulho na produção literária para crianças, revisitando a história do livro no Ocidente. Uma oportunidade para quem quer conhecer o espaço e sua abordagem que aposta no convívio e no resgate do humano, é o “Sábado em Casa”, programação cultural de contação de histórias para adultos em que as crianças são bem-vindas também, realizado nos últimos sábados do mês, cada um sobre tema. Conheça os cursos da Casa, acompanhe a página oficial e fique por dentro das novidades.

Rua Ministro Gódoi, 109, Água Branca, São Paulo / contato@acasatombada.com

Espaço de Leitura

Se você já foi passear pelo Parque da Água Branca, deve saber que lá dentro existe uma espécie de oásis da literatura infantil. É o Espaço de Leitura, um projeto público de incentivo à leitura. Lá, cada casinha (que eram antigos viveiros de pássaros) guarda livros sobre um tema específico, como família, medo e aventura. O visitante que observa bem o espaço, percebe que o acervo é cuidado com muito carinho por uma equipe de educadores apaixonados por literatura, que podem ajudar a escolher e indicar leituras. Liberdade é palavra de ordem por lá; É possível emprestar livros gratuitamente ou ler por ali mesmo, nas mesas e cadeiras embaixo das árvores. O passeio vale para os pequenos e adultos, e todo fim de semana tem programação cultural, com oficinas de mediação de leitura e apresentações culturais de diversas linguagens artísticas. Acompanhe a página do Espaço de Leitura para saber tudo o que acontece lá.

Rua Ministro Godói, 180, Perdizes, São Paulo / contatoespacodeleitura@sp.gov.br

Espaço de Leitura

A atividade “maiúsculos & MINÚSCULOS” do Espaço de Leitura envolve crianças e adultos.

Rizoma Livros

O ‘Rizomamóvel’, como é chamado pelos mais íntimos, é um ônibus escolar amarelo, mas só do lado de fora. Por dentro, na verdade, funciona uma livraria, criada pelo coletivo de editoras independentes Rizoma – formado pela Autonomia Literária, pela N-1 EDIÇÕES e pela Editora Elefante. Aberto de terça a sábado, das 19h à meia-noite, o ônibus tem endereço fixo, e fica estacionada em frente ao Al Janiah, bar/restaurante de pessoas em situação de refúgio da Palestina. Então, se você prefere fugir da muvuca, vale chegar cedo para evitar o horário de maior movimento. Além de ser divertido passear com as crianças dentro de um ônibus escolar igual ao que elas veem nos filmes, o passeio também valoriza a literatura independente e de qualidade que comumente não tem espaço nas grandes livrarias. Acompanhe aqui as próximas paradas do Rizoma Livros.

Rua Rui Barbosa, 269, Bixiga, São Paulo

Divulgação/Rizoma Livros

Atualmente estacionado em frente ao Al Janiah, no Bela Vista, o Rizomamóvel pretende circular pelas periferias e promover eventos culturais, como contação de histórias

Biblioteca Prefeito Prestes Maia

Você sabia que São Paulo tem uma biblioteca temática sobre Arquitetura e Urbanismo? É a Biblioteca Prefeito Prestes Maia, em Santo Amaro. O acervo conta mais de 80 mil exemplares, contando com uma coleção de livros em braile. Na programação cultural para os pequenos, tem palestras, shows, oficinas e contação de histórias. No dia 26 de junho, às 14h, se apresenta por lá o Gran Circo Opará, uma viagem pelo sertão do Brasil tendo como fio condutor o Rio São Francisco.

Av. João Dias, 822, Santo Amaro, São Paulo

Livraria PanaPaná

Misto de livraria infantil de rua com loja de brinquedos, a PanaPaná é mais um endereço que vale o passeio com as crianças. Colorida e atrativa nos mínimos detalhes, a loja proporciona uma experiência de descoberta pelos livros e pelas palavras, a começar pelo nome, que vem do tupi-guarani, e significa coletivo de borboletas. Já os brinquedos são selecionados levando em conta criatividade e originalidade, e também por sua ação positiva no desenvolvimento da criança. “Tudo está ao alcance das mãos, em um ambiente descontraído, pensado para os pequenos”, diz a descrição oficial do espaço.

Rua Leandro Dupré, 396, Vila Clementino, São Paulo

Casa Plana

Filhote da feira de publicações independentes Plana, a Casa Plana já funcionou em diferentes endereços, e recentemente reabriu as portas em um espaço só seu, na Vila Madalena. Criado por Bia Bittencourt, o espaço conta com um café, livraria e – a melhor parte – uma biblioteca aberta ao público. No acervo infantil tanto da livraria quanto da biblioteca, livros escolhidos com cuidado por quem entende do assunto. Conversamos com o pessoal da Casa, que destacou alguns títulos legais para prestar atenção durante o passeio. “Tem um autor chamado Rodrigo Okuyama, que faz zines ilustrados com impressão por estêncil e serigrafia, todos com temática infantil. Outro legal é o “Yoyo – Abaixo de zero”, publicado pela Ugra Press, que traz curiosidades sobre bichos que vivem em ambientes gelados, brincadeiras com adesivos para povoar alguns dos lugares mais frios do planeta, boneca de papel para vestir inspirada na Bjork e alguns desenhos para colorir”. A equipe de comunicação da Plana destaca também o livro infantil do cronista Antonio Prata, “Jacaré, não” (editora Ubu, 2017), que diverte as crianças com sua narrativa sobre um jacaré que de repente passa a viver na casa de uma família comum.

Rua Fradique Coutinho, 1.139, Pinheiros, São Paulo

Biblioteca Feminista Cora Coralina

Intitulada a primeira biblioteca feminista de São Paulo, a Biblioteca Cora Coralina diz a que veio já no seu nome, em homenagem a poeta goiana que se tornou um símbolo de resistência contra a opressão patriarcal. Inaugurado em 2015, o espaço pretende se firmar como um polo de literatura sobre questões de gênero. A biblioteca promove e recebe encontros sobre o tema, além de cursos e workshops. Uma ótima oportunidade para conversar sobre o assunto com as crianças, e apresentar a elas escritoras universais, como Simone de Beauvoir e Maria Carolina de Jesus – além, é claro, da própria Cora Coralina.

Rua Otelo Augusto Ribeiro, 113, Guaianazes, São Paulo

Biblioteca Cora Coralina

Mediação de Leitura Literária na Primeira Infância, pela Biblioteca Pública Municipal Cora Coralina, em parceria com o CEI Geraldo Magela Peron.

Banca Curva

Mais um lugar da série “descobertas urbanas incríveis”. Dedicado especialmente à divulgação e promoção de publicações independentes, a Banca Curva é um projeto colaborativo pensado por Rodrigo Motta. Discreta e ao mesmo tempo muito atrativa para quem passa na rua, a Curva fica na esquina da Rua General Jardim com a Cesário Mota, no centro de São Paulo. Para as crianças, é um passeio de mão cheia para conhecer e valorizar a arte independente. Para os adultos, uma oportunidade de discutir processos criativos e conhecer novos coletivos. A banca faz também eventos, como mini-feiras, exposições em pequenos formatos e workshops. A existência da Curva foi viabilizada em parte por crowdfunding. Olha só o vídeo de apresentação no Catarse.

Rua Dr. Cesário Mota Junior, 340, São Paulo

Reprodução/Facebook Banca Curva

Até o dia 6 de agosto, a Banca Curva recebe a exposição “Não funciona”, de Telma Melo.

Biblioteca Hans Christian Andersen

Passear com as crianças na biblioteca é sem dúvida um ato político, de valorização do espaço público e do patrimônio cultural da cidade. No Tatuapé, um desses espaços é voltado especificamente para a literatura infantil, com mais de 31 mil exemplares, contos de fadas e DVDs de filmes infantis, a Biblioteca Hans Christian Andersen. Pesquise no catálogo online do Sistema Municipal de Bibliotecas se o livro que você procura está disponível. A maior parte das obras pode ser emprestada ao usuário matriculado na biblioteca; veja aqui como se inscrever.

Av. Celso Garcia, 4142, Tatuapé, São Paulo

Banca Tatuí

Se você é um adulto apaixonado por livros, ilustrações, artes plásticas e design, a Banca Tatuí é o seu lugar. E a boa notícia é que seu filho também pode gostar de lá tanto quanto você. Localizado na Santa Cecília, o espaço se propõe as ser uma banca-livraria, onde se pode encontrar publicações incríveis de de selos e coletivos independentes. Para o público infantil, há muitas opções bacanas, como o livro “Roteiros a pé com crianças próximos a São Paulo” (Narrativa Um), que sugere passeios de até 100km de distância da capital paulista, ou o divertido “Coisas que se parecem com uma…” (Bebel Books), de Laura Salaberry, que propõe uma brincadeira de exploração visual das formas, e é ideal para os pequenos. para os pequenos. Para conhecer melhor as produções, a Bancatuber é o canal no Youtube da Banca Tatuí, que faz uma série de resenhas de publicações independentes. A Tatuí funciona de segunda a sábado, das 10h às 18h30.

Rua Barão de Tatuí, 275, Vila Buarque, São Paulo

 

Resumo

Dicas de lugares para passear com as crianças em meio aos livros. Tem livraria de rua, biblioteca feminista, e até uma livraria sobre rodas que funciona dentro de um ônibus. Todos com a proposta de apresentar uma curadoria criteriosa de publicações de qualidade.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp