‘A semente da compaixão está dentro de todas as crianças’

Dalai Lama compartilha lições da sua infância e mostra que a compaixão que habita as crianças precisa ser alimentada
Divulgação Grupo Editorial Edipro/arte Lunetas
  • Publicado em: 14.08.2020
por

Um dos maiores líderes espirituais budistas recupera memórias de sua infância para contar às crianças sobre compaixão. A autobiografia “A Semente da Compaixão” (Edipro, 2020) conta a história do menino Lhamo Thondup, uma criança cheia de curiosidade que vivia numa pequena vila do Tibete até ser reconhecido o 14º Dalai Lama.

Com um texto simples e cativante, o religioso budista se dirige pela primeira vez ao público infantil destacando as lições valiosas que lhe foram ensinadas por sua mãe, inclusive sobre como cultivar a compaixão e fazer crescer dentro de cada um o amor, o respeito, a gentileza e a tolerância.

Leia um trecho do livro do Dalai Lama

“Assim, ao demonstrar como praticar a compaixão, ela cuidou da semente da sua lição mais importante. Ela me mostrou, durante a minha infância, que era possível tratar todas as pessoas com generosidade e ajudar a aliviar o sofrimento delas. Como uma árvore que nunca se esquece da semente de onde brotou, eu costumo voltar à semente da compaixão que minha mãe plantou em mim e que tenho carregado comigo.”

A semente da compaixão A autobiografia “A semente da compaixão” (Edipro, 2020), livro do Dalai Lama, narra a história do religioso budista com ilustrações do vietnamita Bao Luu.

O 14º Dalai Lama mantém uma peregrinação ininterrupta pelo mundo afora em que defende os direitos humanos, em especial do povo tibetano. O propósito de disseminar a mensagem de compaixão inclui agora também as crianças. Afinal, o valor compassivo – um superpoder dos humanos – pode nos fortalecer.

Da autoconfiança nasce a compaixão e, desse sentimento, brota a força.

Sobre o autor

Sua Santidade, o 14º Dalai Lama, é o líder espiritual do budismo tibetano. Nascido em 6 de julho de 1935, iniciou seu reinado em 17 de novembro de 1950. Durante a revolta tibetana de 1959, que buscava libertar-se do domínio chinês, o 14º Dalai Lama fugiu para a Índia, onde se encontra refugiado até hoje. Em 1989, recebeu o prêmio Nobel da Paz e é considerado o herdeiro da filosofia de não violência de Gandhi.

Resumo

Conheça a autobiografia escrita pelo líder religioso budista Dalai Lama para contar às crianças sobre sua infância e as lições de compaixão que o acompanharam por toda a vida.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail