Carregando...

E-book: leia a história de 15 escolas transformadoras no Brasil

Antes de serem Escolas Transformadoras, foram escolas que toparam se transformar”, disse Raquel Franzim, assessora pedagógica do projeto
e-book Escolas Transformadoras
  • Publicado em: 18.01.2018
  • Atualização: 10.07.2018
da Redação

Em 2017 foi lançado o livro “O ser e o agir transformador – para mudar a conversa sobre educação”, uma publicação do programa Escolas Transformadoras, correalizado pelo Insituto Alana. A obra cria um diálogo sobre quais são os desafios, motivações e caminhos encontrados pelas escolas na formação de pessoas transformadoras e na transformação da sociedade.

Essa narrativa é construída por estudantes, educadores, familiares, secretários de educação e especialistas em educação das primeiras 15 escolas reconhecidas pelo programa no Brasil.

Agora, o conteúdo também está disponível na versão e-book. O formato permite a leitura confortável e inclusiva em dispositivos móveis, como celulares, tablets e eReaders.

Mais fácil e rápido para acessar, o conteúdo se adapta a diferentes dispositivos

As pesquisas, entrevistas e construção de conteúdos retratam, por meio de histórias, as experiências das escolas que são consideradas transformadoras. Um dos intuitos é compartilhar como elas trabalharam para se tornarem referências em educação em suas comunidades e no país.

De acordo com Raquel Franzim, assessora Pedagógica no Instituto Alana, a educação é uma das principais ferramentas para formar pessoas com esse olhar apurado para a solução de problemas e para transformar a sociedade.

Para ela, um dos diferenciais dessas escolas são seus currículos: vivos, críticos e diversos.

“Antes de serem Escolas Transformadoras, foram escolas que toparam se transformar”, disse Raquel. “E continuam se transformando, a despeito dos desafios”

O livro também está disponível para ser lido em espanhol e em inglês. Veja abaixo quais são as formas para acessa-lo via e-book.

  • Ambos os formatos (ePub e Mobi) tem por prioridade a leitura confortável e inclusiva em dispositivos móveis, como celulares, tablets e eReaders;
  • Ambos os arquivos (em formato ePub e formato Mobi) demandam aplicativo específico para serem reconhecidos pelo computador ou celular;
  • O formato ePub, que é livre, roda em computadores que possuem Windows 10: o navegador Edge, por exemplo, reconhece arquivos ePub. Para leitura no celular, é necessário usar um aplicativo de sua escolha como, por exemplo, o Google Play Livros, ou Kobo app, entre outros;
  • O formato Mobi é exclusivo de Amazon, ou seja, roda no Kindle e no aplicativo gratuito do Kindle APP (celular, pc, tablet).

 

Resumo

“Antes de serem Escolas Transformadoras, foram escolas que toparam se transformar”, disse Raquel Franzim, assessora pedagógica no Instituto Alana.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp