Carregando...

Unesco disponibiliza mais de 80 filmes indígenas gratuitamente

A iniciativa da Unesco quer sensibilizar as pessoas sobre o valor cultural dos saberes indígenas sobre meio ambiente, educação, consumo sustentável
Filmes indígenas iStock/Arte Lunetas
  • Publicado em: 03.07.2019
  • Atualização: 16.09.2019
da Redação

A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) realiza neste mês de junho o Festival de Cinema Indígena Online. Para difundir a produção audiovisual produzida por indígenas e que aborde a diversidade cultural dos povos originários, o evento disponibiliza 82 filmes – entre longas-metragens e curtas – de diversos países, com maior foco em países da América Latina e Caribe.

Dentre as produções, estão documentários brasileiros, como os que contam a vida das etnias Kalapalo e Kawaiwete. Chile, Colômbia, México, Peru, Argentina e Bolívia são alguns dos outros países cujas obras são apresentadas nesta seleção.

Os filmes estão disponíveis online em uma lista de reprodução no YouTube, e podem ser acessados gratuitamente por quem se interessar em aprofundar conhecimentos e olhares sobre os saberes indígenas. O festival é parte das ações da agência da ONU para comemorar o Ano Internacional das Línguas Indígenas (2019).

O material tem alto valor pedagógico, e pode ser utilizado na escola por educadores que queiram valorizar a cultura indígena de uma forma mais conectada com a experiência prática das populações tradicionais, explorando outros potenciais educativos que muitas vezes não são contemplados nos livros didáticos.

Dentre os temas abordados pelos filmes, estão preservação do meio ambiente, educação, consumo sustentável, preservação do patrimônio cultural e natural e papel das mulheres indígenas

A seleção contempla uma variedade de idiomas indígenas, falados por entrevistados de documentários e personagens de ficção. Entre as línguas gravadas, estão o Damana (Povo Wiwa), Kamëntsá, Awápit, Namtrik (Povo Misak), Nasa yuwe, Mojeño Ignaciano, Chacobo, Chiquitano, Kalapalo, Matlatzinca, Tojolabal, Tojono, Otomí, Waorani, Movima, Machineri, Cavineño, Huasteco, Yaqui, Tseltal, Huichol, Qhas Qut Suñi Urus, Uru Chipaya, Moré, Tsimane, Ch’ol, Mayo, Purépecha, Seri, Cucapá, Weenhayek, Náhuatl, Nasa yuwe, Guaraní, Mosenten Beni, Kayabi/Kawaiwete, Millcayac, Matapi, Tinigua, Tehuelche, Guaná, Chaná, Uru uchumataqu, Tapiete, Awajún, Quechua, Amahuaca, Taushiro, Sapanish.

Confira alguns filmes presentes na seleção abaixo:

Clique aqui para acessar a playlist completa do Festival Cinema Indígena Online da Unesco.

Leia também:

Krenak: ‘O que as crianças aprendem ficando presas? A fugir’

Resumo

Alô, professor, mãe. pai, educador! Chance de ouro de conhecer filmes indígenas de mais de dez países da América da Latina e apresentar para as crianças. Os filmes estão disponíveis online em uma lista de reprodução no YouTube, e podem ser acessados gratuitamente.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail ou WhatsApp