‘Emocionario’: um dicionário para crianças lidarem com as emoções

O livro espanhol reúne 42 emoções explicadas em linguagem simples e acessível, dando ferramentas para que as crianças possam reconhecê-las
Emocionario, o dicionário das emoções iStock/Arte Lunetas
  • Publicado em: 25.08.2017
  • Atualização: 15.06.2018
da Redação

Ensinar um filho ou uma filha a reconhecer as próprias emoções é uma das maiores lições que os pais podem transmitir. Mas claro que, antes, é fundamental que eles mesmos compreendam os diversos sentimentos que podem nos acometer e como lidar com eles.

Para ajudar nessa tarefa, o Criando com Apego indicou o livro espanhol “Emocionario”, uma espécie de dicionário de emoções, escrito por escrito por Cristina Núñez e Rafael R. Valcárcel, da editora Palabras Aladas, e considerado por muitos um clássico espanhol.

O livro reúne 42 emoções explicadas em linguagem simples e acessível, dando ferramentas para que as crianças possam reconhecê-las, e pode ser uma inspiração para pais e cuidadores que queiram começar uma atividade parecida em casa ou na sala de aula.

Capa do livro "Emocionario" mostra uma colagem de figuras geométricas coloridas, simbolizando partes do corpo, como olhos, boca e nariz.
Reprodução

O livro “Emocionario” ensina a as crianças reconhecer as próprias emoções.

Mas não é só isso: além de conduzir ao reconhecimento de sentimentos, a obra dá caminhos para trabalhar diversas emoções. Esses recursos incluem o “Diário da Gratidão”, em que a criança que tenha cerca de seis ou sete anos possa registrar o que sente diariamente e anotar motivos pelos quais ficou grata; um Guia da Exploração Leitora, documento que ajuda pais e educadores a abordarem aqueles sentimentos com a criança; e Fichas de Trabalho, com páginas de atividades para cada emoção – assim, com histórias e exercícios podem refletir sobre o tema.

Dentre as emoções registradas, há aquelas relativamente mais simples, como alegria, tristeza, medo e vergonha, que podem já ser familiares para as crianças de dois ou três anos; até as mais complexas, como culpa, tédio e amor, mais compreensíveis para pequenos de cinco ou seis anos; e ainda ressentimento, serenidade e gratidão, que demandam maior vivência por parte da criança.

Leia a publicação completa do Criando com Apego sobre o ‘Emocionario’, e acesse mais formas de trabalhar sentimentos com seu filho.

 

Resumo

'Emocionario, o dicionário das emoções', é um livro que cataloga diferentes tipos de sentimentos, como o medo e a raiva, e dá caminhos para trabalhar as emoções com as crianças, por meio de registros, atividades e leitura. Conheça e inspire-se!
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail