‘Cadê a sanidade?’: 15 loucuras de pais e mães recém-nascidos

Afinal, enquanto as crias não crescem, toda loucura será perdoada
iStock
  • Publicado em: 02.10.2017
da Redação

Quem vê as famílias belas e plenas nas propagandas de fralda ou mesmo nos porta-retratos da estante, esquece dos bastidores nada glamourosos do período pós-parto. É cada escorregada em meleca e moletom sujo de leite que dá até para esquecer que dignidade pessoal existe.

Brincadeiras à parte, o fato é que todo esse universo desordenado que entra em cena quando um bebê chega é capaz de roubar por alguns meses a sanidade dos pais, fazendo com que atividades simples como ir ao supermercado ou pagar uma conta no banco se tornem verdadeiros testes de equilíbrio mental.

Pensando nisso, o casal Luíza e Hilan Diener, do blog Potencial Gestante, resolveu fazer uma brincadeira com seus leitores, perguntando qual foi a maior loucura que já fizeram nessa fase da vida. As respostas vão desde pessoas que depositaram dinheiro para si mesmas no caixa eletrônico até receber entrega de correio com os peitos de fora, passando por ninar carrinho de supermercado e esquecer de pegar o prato antes de colocar comida.

“Filhos levam consigo nosso amor, cuidado, atenção, concentração, inteligência e mais um monte de coisas”, brinca Luíza no texto de abertura.

“Após terem filhos, as mulheres sentem não apenas que seus corações batem fora de si, mas seu cérebro também vive a vaguear”

Se você já é mãe ou pai, e não se se identificar com pelo menos um (ou todos) os itens dessa lista, considere-se um sujeito de sorte.

1. “Saí de casa de pantufas e só percebi quando cheguei no shopping

2. “Um dia fui a um restaurante a quilo e estava com tanto sono e tão cansada que fazia tudo automaticamente. Comecei a fazer meu prato e na hora de pesar percebi que tinha colocado a comida na bandeja e tinha esquecido o prato.

3. “Eu recebi a tele-entrega da farmácia e o cara ficava me olhando o tempo inteiro. Só quando ele foi embora é que fui perceber que estava com o seio de fora. Nunca mais pedi nada daquela farmácia.”

4. “Em fase gestante ainda: fui pegar água no trabalho e fiquei bem uns 2 minutos com o copo no ponto eletrônico, esperando a água sair“.

5. “Eu já depositei dinheiro na minha conta no caixa eletrônico, tirei o extrato, e fui perguntar lá dentro pra moça do caixa de onde tinha vindo o depósito que eu ainda não estava esperando. Depois de uns dias fui lembrar que fui eu“.

6. “Estava num ambiente cheio de crianças, ouvi chamando mãe e respondi, só depois percebi que a minha estava no meu colo e não era ela me chamando“.

7. “Já ninei o travesseiro e o bebê não parava de chorar, na fase de cama compartilhada. Fui puxar o ‘bebê’ pra mamar, mas tava puxando a cabeça do marido. Enquanto ele não se manifestou eu não parei”.

8. “Amamentei de madrugada e ao invés de colocar minha filha no berço, coloquei a pobrezinha no chão“.

9. “Saí essa semana na rua somente com o sutiã de amamentação, jurava que estava de blusa… e também tentei fechar a garrafa térmica com a tampa da mamadeira. Insisti bastante e ficava me perguntando porque a tampa não servia mais para a garrafa“.

10. “Coloquei a mamadeira dela pra esterilizar. Nisso, ela dormiu e eu também. Aí já sabe o resultado: a água acabou, a mamadeira derreteu quase coloquei fogo na casa“.

11. “Despertei com alguma coisa mexendo no meu rosto, morri de medo de abrir os olhos e ver o que era. Quando criei coragem, vi que era o baby, acordado, olhando pra mim, caladinho“.

12. “Eu dormi debaixo do chuveiro… fui enxaguar o shampoo do cabelo, fechei o olho debaixo d´água, e dormi, de sonhar… em pé… por uns bons 20 minutos”.

13. “Direto me pego ninando o carrinho do supermercado“.

14. “Saí de casa com uma perna cabeluda e a outra depilada (depilei uma enquanto a cria dormia e não deu tempo de depilar a outra. Esqueci depois e na hora de sair foi assim mesmo“.

15. “Entrei no carro como quem sobe na cama e deixei as sandálias no estacionamento“.

Resumo

Escovar os dentes com pomada de assadura, sair com o peito de fora, dormir em pé: delírios que pais e mães recém-nascidos vão cometer pelo menos uma vez na vida.
Ir para o início
Alguma dica ou sugestão? Encontrou um erro? Clique aqui e compartilhe com a gente!

Tenha Lunetas no seu e-mail

Últimos posts