Programação dedicada ao Dia de Reis traz o Cariri para São Paulo

  • "Dia de Reis dura um mês"

  • A Casa Tombada

    Rua Ministro Godói, 109 - Perdizes, São Paulo - SP - Ver Mapa

  • De $100 a R$ 300

  • Saiba mais
Dia de Reis Divulgação/Carroça de Mamulengos
  • Publicado em: 13.01.2020
da Redação

Entre os dias 13 e 19 de janeiro (segunda-feira a domingo), São Paulo recebe um evento de celebração de uma das tradições mais características da cultura popular brasileira, o Dia de Reis – também conhecido como Reisado, Festa de Santo Reis ou Folia de Reis, uma manifestação típica do Nordeste e Norte, e que acontece também por outras partes do país com diferentes formas de ser.

O encontro “Dia de Reis dura um mês“, que apresenta os folguedos populares do sertão do Cariri, no Ceará, vai acontecer n’ A Casa Tombada, lugar de arte, cultura e educação localizado em Perdizes, na zona oeste de São Paulo. As atividades serão conduzidas pela Carroça de Mamulengos – Aventuranças, memórias e efabulações da trupe Carroça de mamulengos, uma trupe familiar artística com mais de 40 anos de atuação, formada por brincantes, atores, músicos, bonequeiros, contadores de histórias e palhaços, e fundada na década de 1970, por Carlos Gomide, discípulo de mestres bonequeiros do Nordeste brasileiro A história da trupe inspirou o livro “Álbum de família” (Editora Peirópolis, 2019), da jornalista e pesquisadora Gabriela Romeu.

Durante sete dias, o grupo convida o público para uma série de brincadeiras, danças, cantos, músicas, jogos e muito mais. A vivência completa custa R$ 300. Para participar de um dia inteiro (manhã e tarde), o valor é de R$ 180,00 e, para quem quiser participar de uma vivência avulsa (um período, manhã ou tarde), o investimento é de R$ 100. Alunos e ex-alunos que cursaram a pós d’ A Casa Tombada têm 25% de desconto. As inscrições devem ser feitas online, clique aqui para  saber mais e fazer a sua. Para se inscrever com desconto, escreva para cursos.acasatombada@gmail.com. A programação contempla crianças e pessoas de todas as idades, interessados em experenciar essa manifestação popular tão representativa do Brasil.

Confira a programação completa do “Dia de Reis dura um mês”:

  • 13 de janeiro (segunda-feira), das 14h às 18h – Vivência de Reis

Oficina com Maria Gomide e Ana Gomide das brincadeiras de Reis no Cariri (reisado e Guerreiro). Dança, canto, música, jogo de espada e personagens dramáticos. Inscreva-se para essa atividade aqui.

  • 15 de janeiro (quarta-feira), das 19h30 às 21h30 – Histórias do Babau

Contação de histórias com Carlos Gomide, pai de oito filhos, avô de três netas, inventor de bonecos, compositor de espetáculos, autos e brincadeiras. Contador de histórias inventadas de bichos quase gente e gente quase bicho. Inscreva-se para essa atividade aqui.

  • 17, 18 e 19 de janeiro, das 9h às 22h30 – Vivência em uma Carroça

Aventuranças, memórias e efabulações de Mestres da Cultura e Mestres da vida com Carlos Babau; construção de uma bandeira de Reis; preparo de pé-de-moleque no pilão embalado por cantos de trabalho; a dança, o canto, o jogo de espada e os personagens dramáticos dos reisados e guerreiros (formação para a chegança de domingo de manhã); narração de histórias e espetáculo teatral. Inscreva-se para essa atividade aqui.

Para se inspirar, confira algumas fotos das andanças do grupo Carroça de Mamulengos:

Saiba mais sobre o livro “Álbum de família” (Gabriela Romeu e Catarina Bessel)
Quantas formas existem de se contar uma história? Álbum de família é uma biografia poética, a biofantasia da trupe familiar Carroça de Mamulengos, uma das mais importantes companhias culturais do País, pela escritora, jornalista, documentarista e crítica teatral Gabriela Romeu, com ilustrações de Catarina Bessell e apresentação de Chico César. A primeira edição do livro, ilustrado por Catarina Bessell a partir do baú de fotografias da família Gomide, traz ainda um segundo volume, intitulado Porta-Retratos, com imagens da trupe e um perfil de cada integrante. Esta edição contou com o apoio do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Distrito Federal.

Leia também:

Vivência sensorial convida crianças para (re)imaginar a natureza

Aviso

As informações acima são de responsabilidade do organizador do evento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Tenha Lunetas no seu e-mail