‘Desculpe-me, filho, eu não sei pedir desculpas’

Há algumas cenas com filhos que têm o poder de manifestar um tipo inesperado de abismo na experiência parental. Quando achamos que estamos finalmente elucidando o mistério oculto na maternidade ou na paternidade, somos lançados a algum diálogo desconcertante, que faz-nos sentir novatos, estagiários e incautos no ofício vitalício de criá-los. O manto do segredo … Continue lendo ‘Desculpe-me, filho, eu não sei pedir desculpas’